A Minustah (missão de paz da ONU no Haiti), cujo comando militar era do Brasil, termina oficialmente neste domingo (15), depois de 13 anos.

Os militares brasileiros já deixaram o país, que vive hoje uma paz frágil e segue enfrentando a miséria e as doenças.

Moradores ouvidos pela reportagem divergem sobre o trabalho dos brasileiros. Para uns, ajudou a proteger a população; para outros, o uso de força foi excessivo. (Folhapress)

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA