Menos de duas semanas após a passagem do furacão Irma -um dos mais poderosos a se formar no oceano Atlântico- o Caribe se prepara para enfrentar mais uma tormenta.

Nesta segunda-feira (18), o furacão Maria ganhou força e se aproxima de ilhas que foram atingidas pelo Irma e ainda se recuperam.

Agora classificado como furacão de categoria 3 (em uma escala até 5), Maria apresentava na tarde desta segunda ventos de até 195km/h e estava a 95 km da ilha de Martinica, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami, nos EUA.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, meterologistas afirmam que é provável que o furacão Maria se fortaleça ainda mais nas próximas horas.

O fenômeno deve atingir ilhas do leste caribenho ainda nesta segunda e, depois, se mover em direção ao Porto Rico e à República Dominicana.

"Esta tempestade promete ser catastrófica para a nossa ilha", disse sobre Porto Rico Ernesto Morales, com o Serviço Meteorológico Nacional dos EUA em San Juan.

O NHC emitiu advertências de furacão para Dominica, São Cristóvão e Nevis, Montserrat, Martinica, Santa Lúcia e as Ilhas Virgens britânicas e dos Estados Unidos.

Segundo a agência, o furacão pode causar "inundações perigosas" com "ondas grandes e destrutivas" que podem aumentar o nível do mar entre 1,8 e 2,7 metros.

Nas ilhas de Guadalupe e Martinica, escolas e comércios não funcionaram nesta segunda.

Recentemente, o furacão Irma devastou territórios no Caribe e nos EUA e resultou na morte de mais de 70 pessoas, segundo autoridades. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA