O Furacão Harvey, que se enfraqueceu e já se transformou em tempestade tropical, deixou pelo menos cinco mortos e dezenas de feridos ao passar pela cidade de Houston, no Texas, informou neste domingo (27) o Serviço Meteorológico Nacional dos Estados Unidos (NWS).

O NWS informou em um boletim divulgado em seu site sobre os mortos em Houston, a quarta maior cidade dos EUA com 2 milhões de habitantes, e onde as autoridades temem que as chuvas torrenciais provocadas pelo Harvey causem inundações.

Apesar de o NWS relatar cinco mortes, o Escritório do Xerife do condado de Harris, ao qual Houston pertence, só confirmou uma morte pelo furacão à Agência EFE.

Ela é uma idosa que morreu ao dirigir por ruas inundadas do lado oeste de Houston. O veículo da mulher, que não teve a identidade revelada, ficou preso em uma região com um nível de água muito alto. Ela não conseguiu sair do automóvel e morreu no local.

A primeira vítima do furacão foi registrada na pequena cidade de Rockport, a primeira atingida pelo fenômeno climático na sexta-feira, onde o Harvey passou com ventos de 215 km/h.

O morto, que também não teve a identidade revelada, ficou preso em casa durante um incêndio, segundo as autoridades de Rockport.

No Twitter, o xerife do condado de Harris, o democrata Ed González, afirmou que o número de mortos pode aumentar e revelou que os serviços de emergência estão atendendo dezenas de ligações em Houston por causa das tempestades geradas pelo Harvey.

Agentes da Polícia de Houston evacuaram dois complexos de apartamentos, de onde resgataram mais de 50 crianças das inundações, informou o jornal local "Houston Chronicle".

O NWS alertou em um boletim divulgado pela manhã que a tempestade tropical está causando "inundações catastróficas" e que podem colocar a vida das pessoas em risco, com ventos de até 75 km/h.

Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA