ex procuradora geral da venezuela luisa ortega diaz

A ex-procuradora-geral da Venezuela Luisa Ortega Díaz, que deixou o país na semana passada, viajou da Colômbia para o Brasil, informou a agência migratória colombiana nesta terça-feira (22).

Nesta semana está sendo realizada em Brasília a 22ª Reunião Especializada de Ministérios Públicos do Mercosul.

Segundo a imprensa colombiana, Ortega irá aos Estados Unidos depois do Brasil, mas a informação não está confirmada.

Destituída de seu cargo no dia 5 de agosto, Ortega e seu marido, o deputado Germán Ferrer, deixaram o território venezuelano e chegaram a Bogotá na sexta-feira (18). Na véspera da "fuga", o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), controlado pelo regime de Nicolás Maduro, havia decretado a prisão de Ferrer, acusado de liderar uma rede de extorsão a empresários.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse nesta segunda-feira (21) que dará asilo a Ortega caso ela solicite.

Luisa Ortega se rebelou contra o governo Maduro no fim de março, quando denunciou uma "ruptura constitucional" na Venezuela a partir de decisões judiciais contra o Parlamento de maioria opositora. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA