Pelo menos 27 pessoas morreram, entre elas muitas crianças, e 54 permanecem desaparecidas após o naufrágio na quinta-feira (13) de um barco no região Oeste da República Democrática do Congo (RDC), informou à Agência EFE o porta-voz do governo, Lambert Mende.

O acidente foi à noite, no Rio Kasai, quando a embarcação, que levava um grande número de alunos para uma excursão, tombou. As autoridades consideram que a superlotação e a conduta dos pilotos, que aparentemente estavam embriagados, poderiam ter provocado a tragédia.

O governo trabalha para regular o setor, mas os naufrágios ainda são comuns na República Democrática do Congo, já que muitas embarcações são improvisadas e transportam os passageiros sem segurança.

O acidente mais recente tinha acontecido no dia 16 de junho. Na ocasião, 20 pessoas morreram no naufrágio de dois barcos no Rio Congo.

Com informações da Agência EFE

 

Leia mais sobre:

BUSCA