Marconi Perillo durante lançamento da CNH digital. (Foto: Humberto Silva)
marconi perillo 2 cnh digital foto humberto silva

Ao lado do ministro das Cidades, Bruno Araújo, o governador Marconi Perillo lançou solenemente a Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e), que traz maior mobilidade, praticidade e comodidade aos motoristas goianos num primeiro momento, e, a partir de fevereiro de 2018, a todos os condutores de veículos brasileiros.

Na prática, significa que a carteira de motorista, a partir de agora, poderá estar presente no celular de cada condutor, dispensando o uso do documento em papel. O processo de implantação do novo sistema começou pelo Estado de Goiás. A CNH-e tem o mesmo valor jurídico da versão impressa da carteira de motorista e isso vai facilitar o dia-a-dia dos brasileiros.

O cidadão poderá utilizar o smartphone para se identificar em qualquer ponto do País.  Para garantir acesso ao novo documento, o Serpro, empresa de tecnologia da informação do governo federal, desenvolveu um aplicativo (app) específico para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O sistema está disponível para os principais sistemas operacionais.

Como resultado final, a tela do smartphone do usuário apresentará as informações da carteira de motorista impressa, inclusive foto e QR Code (um código de barras em duas dimensões que dá acesso rápido às informações do condutor e evita fraudes). Uma das principais vantagens da CNH-e é a segurança, já que o documento eletrônico armazena dados em QR Code, dentro de um sistema criptografado de acesso às informações.

Ministro Bruno Araújo diz que “Denatran enxerga eficiência no Detran-GO”

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, elogiou o alto grau de organização e de práticas tecnológicas avançadas em utilização no Detran-GO. Ele descartou a hipótese de Goiás ter sido escolhido para lançar a CNH-E, apenas pela sua proximidade com Brasília e a grande amizade que cultiva com o governador Marconi Perillo. “Me perguntam porque escolhemos Goiás para lançar este programa. Eu poderia dizer que seria pela facilidade da localização geográfica de Goiás, o que nos daria mais facilidade na preparação de todo o processo. Mas não, é dado à eficiência que o Denatran enxerga no Detran de Goiás”, destacou.

Bruno Araújo comentou que, a partir deste lançamento, o Governo Federal avança em iniciativas para a consolidação de um projeto de governo digital. Ele lembrou que, nas próximas semanas, o presidente da República irá lançar os primeiros Cartões-Reforma, que são inspirados também numa experiência do Cheque-Moradia do Governo de Goiás.

Os condutores, Carlos Honorato, Gabriela e Agadir, representando respectivamente os motoristas profissionais, a nova geração e a comunidade tecnológica, fizeram uma exibição do funcionamento da nova carteira de motorista ao lado do ministro e do governador Marconi Perillo.

Marconi diz que momento espelha slogan de um “Goiás Mais Competitivo e Inovador”

Em discurso na solenidade, o governador Marconi Perillo enfatizou o pioneirismo do Estado no aperfeiçoamento dos serviços prestados à população com a chegada da CNH-e. “A modernização da infraestrutura de atendimento do Detran de nosso Estado é uma prioridade para a administração, demonstrando compromisso com a eficiência e com a transparência dos procedimentos”, afirmou.

Goiás tem hoje 1,7 milhão de CNHs. Segundo o governador, até o final do ano quem fizer opção pela CNH-e, não vai pagar nada. A partir de janeiro será cobrada uma taxa de R$ 10. Hoje, o custo da CNH é de R$ 30. Ele garantiu que todas as unidades do Detran, tanto na sede quanto nos Vapt Vupt, já estão preparadas para emitir a nova carteira.

“Esta conquista - discursou - atesta a capacidade e a qualidade técnica dos nossos técnicos do Detran, e também o compromisso que o governo tem em relação à agregação  tecnológica em todo serviço que é prestado aos 7 milhões de goianos”.

O governador agradeceu ao ministro Bruno Araújo por ter reconhecido no Detran-GO as condições para que Goiás se tornasse o primeiro estado a iniciar esse projeto revolucionário.

“Este momento - salientou - espelha o slogan que Goiás cultiva - Goiás Mais Competitivo e Inovador. Ao longo do tempo nós procuramos criar oportunidades, programas que efetivamente garantissem inclusão aos goianos. Muitas foram as nossas políticas públicas adotadas em outras unidades e pelo próprio Governo Federal”.

Marconi recordou que recentemente Goiás foi o primeiro estado a iniciar projeto inovador na área eleitoral e na identificação da segurança pública. “Goiás vem se preparando ao longo do tempo para garantir inclusão, acessibilidade, universalização a todos os goianos com a utilização desses meios”, comentou.

Por fim, destacou que a partir deste mês Goiás entrará pra valer no governo digital. “Este mês vamos acabar com papéis em toda a administração. É mais um avanço que nós vamos registrar no Estado. Goiás continuará avançando no sentido de garantir agregação tecnológica em todas as áreas de atuação do poder público”, concluiu.

A modernização presente na carteira de motorista digital também foi destacada pelo presidente do Detran-GO, Manoel Xavier Ferreira Filho. Ele acredita que a CNH-e é "uma tecnologia que veio para revolucionar o relacionamento do setor público com o cidadão". "Temos avançado muito no sentido de acompanhar as demandas sociais e já contávamos com o processo de habilitação 100% digital, sem uso de papel ou processo físico”, observou Manoel Xavier.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA