img 20170929 wa0047O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, prestou contas do 2º quadrimestre de sua gestão na manhã desta sexta-feira, 29, no Plenário da Câmara Municipal, onde destacou os investimentos na área da educação neste primeiro ano de Governo.

Foram investidos 28,75% da receita líquida do município, acima dos 25%, mínimo exigido constitucionalmente, R$ 588 milhões nos primeiros 8 meses de administração. O mesmo aconteceu com a saúde que totalizou 20,36% em investimentos enquanto 15% são exigidos.

O relatório de gestão fiscal apresentado é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000) para tornar público o cumprimento das metas fiscais de cada quadrimestre da administração.

Mais de mil e quinhentos servidores na educação foram nomeados neste período, entre professores e administrativos, o que vai melhorar a qualidade do ensino na rede municipal.

E ao todo, cem unidades educacionais, entre escolas e CMEIs receberam melhorias na estrutura física dos prédios com reparos na rede elétrica, hidráulica, reforma do telhado e pequenas obras. A iniciativa vem do programa “Escola Viva” que já investiu aproximadamente R$10 milhões.

Arrocho fiscal

“Com firmeza, contendo gastos, pagamos a dívida já de quase R$170 milhões, que somavam R$660 milhões quando assumimos a Prefeitura”, declarou o prefeito Iris Rezende. Outras medidas serão tomadas de acordo com ele para reduzir despesas e restabelecer o equilíbrio financeiro. “Estamos enfrentando a crise econômica com dedicação, criatividade, cientes do enorme desafio que temos em mãos”, salienta.

Entre os pontos citados para alcançar os objetivos está a otimização de contratos, reestruturação previdenciária e a realização de uma auditoria completa na folha de pagamento do município.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA