vacinasEm Goiânia, a vacina contra o HPV continua disponível somente para meninas de nove a 14 anos e rapazes de 11 a 15 anos incompletos em qualquer uma das salas de vacina da Prefeitura, inclusive no Centro Municipal de Vacinação (CMV) do Setor Pedro Ludovico, que passa a funcionar também aos sábados e domingos. Além das doses para os jovens, a unidade oferece todas as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive a antitetânica e antirrábica, que são doses emergenciais. Novo horário de funcionamento entra em vigor a partir deste final de semana, das 8 às 18 horas em ambos os dias.

'A falta de tempo não é mais desculpa para adolescentes não procurarem proteção contra o HPV e outras doenças, como a meningite C, por exemplo', destaca o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, Robson Azevedo. Com a ampliação do horário de atendimento do Centro Municipal de Vacinação, a população pode buscar atendimento aos sábados e domingos, das 8 às 18 horas. A unidade fica ao lado do Centro Integrado de Atenção Médico Sanitária (Ciams) do Setor Pedro Ludovico, próximo ao Parque Areião, Campo do Goiás e Avenida 85.

Todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação serão disponibilizadas aos finais de semana na unidade para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes. “Esta ampliação do horário de funcionamento permite que a Prefeitura facilite o acesso ao serviço de imunização dos goianienses que, durante a semana, por motivos de trabalho ou estudo não conseguem procurar uma sala de vacina para atualização do cartão”, explica Robson Azevedo.

Febre amarela, hepatite B, dupla adulto e pentavalente são alguns exemplos das doses oferecidas no local. Além da vacinação, o Centro Municipal oferece serviço de orientação aos viajantes. Entretanto, este trabalho é realizado somente de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Os interessados podem solicitar a emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), utilizado para viagens internacionais. Equipes também estão aptas a repassar informações sobre os cuidados com a saúde e das vacinas necessária para cada destino da viagem.

HPV

É importante lembrar que a ampliação do esquema vacinal contra o papilomavírus humanos para população de ambos os sexos até 26 anos divulgado nesta sexta-feira, 18, pelo Ministério da Saúde não contempla a Capital. A medida é de caráter temporário e deve ser realizada em municípios com estoque de doses com data de validade até o mês de setembro. Vacinas de Goiânia vencem em 2018. Além de adolescentes, as doses também estão disponíveis para pessoas com idades entre nove a 26 anos que vivem com o vírus HIV . Nestes casos é necessário apresentar prescrição médica.

Diante da baixa adesão da população-alvo para a vacina contra o papilomavírus humano, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) também tem visitado escolas para facilitar o acesso dos jovens às doses. Uma agulhada no braço com reforço de uma segunda dose após seis meses. Este é o esquema de vacinação para meninos e meninas contra o HPV. A medida garante imunidade contra vários tipos de câncer, incluindo o de colo de útero. Somente 6% da população de meninas e 13,64% de meninos tomaram a primeira dose da vacina.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA