Unidade de vacinação funciona no St Pedro Ludovico (Foto: Prefeitura de Goiânia)
vacinacao prefeitura de goiania

A falta de tempo para procurar uma unidade de saúde para se vacinar no meio de semana, é uma grande dificuldade enfrentada no dia a dia pela população. A partir deste fim de semana o Centro Municipal de Vacinação do Setor Pedro Ludovico, está aberto aos sábados e domingos para atender à população.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, o horário de funcionamento aos sábados e domingos é das 8 às 18 horas para atender população que busca por vacinas. Foi informado que todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação serão disponibilizadas aos finais de semana na unidade para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes.

Febre amarela, hepatite B, dupla adulto e pentavalente são alguns exemplos das doses oferecidas no local. Além da vacinação, o Centro Municipal oferece serviço de orientação aos viajantes. Entretanto, este trabalho é realizado somente de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Os interessados podem solicitar a emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), utilizado para viagens internacionais. Equipes também estão aptas a repassar informações sobre os cuidados com a saúde e das vacinas necessária para cada destino da viagem.

HPV

Doses contra o HPV estarão disponíveis somente para meninos e meninas da faixa etária definida pelo Ministério da Saúde. Em Goiânia, a vacina contra o HPV continua disponível somente para meninas de nove a 14 anos e rapazes de 11 a 15 anos incompletos em qualquer uma das salas de vacina da Prefeitura, inclusive no Centro Municipal de Vacinação (CMV) do Setor Pedro Ludovico, que passa a funcionar também aos sábados e domingos. Além das doses para os jovens, a unidade oferece todas as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive a antitetânica e antirrábica, que são doses emergenciais. Novo horário de funcionamento entra em vigor a partir deste final de semana, das 8 às 18 horas em ambos os dias.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a ampliação do esquema vacinal contra o papilomavírus humanos para população de ambos os sexos até 26 anos divulgado nesta sexta-feira, 18, pelo Ministério da Saúde não contempla a Capital. A medida é de caráter temporário e deve ser realizada em municípios com estoque de doses com data de validade até o mês de setembro. Vacinas de Goiânia vencem em 2018. Além de adolescentes, as doses também estão disponíveis para pessoas com idades entre nove a 26 anos que vivem com o vírus HIV. Nestes casos é necessário apresentar prescrição médica.

Diante da baixa adesão da população-alvo para a vacina contra o papilomavírus humano, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) também tem visitado escolas para facilitar o acesso dos jovens às doses. Uma agulhada no braço com reforço de uma segunda dose após seis meses. Este é o esquema de vacinação para meninos e meninas contra o HPV. A medida garante imunidade contra vários tipos de câncer, incluindo o de colo de útero. Somente 6% da população de meninas e 13,64% de meninos tomaram a primeira dose da vacina.

Redação do DG com informações da Prefeitura de Goiânia

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA