Unidade continuará sendo administrada pela FUNDAHC (Foto: Prefeitura de Goiânia)
maternidade dona iris foto prefeitura de goiania

Nesta segunda-feira (5), termina o contrato celebrado em 2012 entre a Prefeitura de Goiânia e a Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da UFG – FUNDAHC de gestão da Maternidade Dona Iris, na Vila Redenção. Ao Diário de Goiás, a secretária de Saúde da capital, Fátima Mrué, explicou que uma prorrogação do contrato será assinada, estendendo a responsabilidade da Fundação na gestão da unidade, por mais cinco meses.

A lei que autoriza o convênio entre a FUNDAHC e a UFG foi publicada no Diário Oficial do Município no dia 10 de maio de 2012. O contrato foi assinado pelo então prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT) no dia 5 de junho de 2012. Fátima Mrué explicou a reportagem que a extensão do contrato por mais cinco meses será uma oportunidade para que as duas partes atendam pontos que estavam no contrato, mas que não estavam sendo cumpridos.

Ela destacou que o período será decisivo para o Município decidir se continua com o contrato, ou se assume a administração direta da Maternidade Dona Iris.

“Nosso relacionamento com a Fundação é boa. Estamos construindo um novo contrato. Uma prorrogação por cinco meses. Neste período as duas partes, tanto a secretaria quanto a FUNDAHC terão condições de cumprir cláusulas do contrato que antes não estavam sendo cumpridas. Após os cinco meses vamos avaliar se a melhor decisão será continuar com o convênio ou a secretaria por si própria tomar a administração e seguir com a própria equipe”, explicou Fátima Mrué, ao Diário de Goiás.

Leia mais

Vacina contra a Influenza é estendida para toda população a partir desta segunda (5)

Leia mais sobre:

BUSCA