Presidente do Sintego, Bia de Lima.
bia lima sintego
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) promoverá nesta sexta-feira (10) uma assembleia geral com professores e servidores administrativos da educação de Goiânia para avaliar proposta de greve. A assembleia será realizada na Câmara Municipal de Goiânia, às 9h.

Os servidores reivindicam o pagamento integral do piso dos professores, data-base dos administrativos, chamamento dos aprovados no último concurso da Educação e adesão à greve geral a partir da próxima quarta-feira (15) contra o projeto de Reforma da Previdência.

“Nos reunimos com o secretário de Educação [Marcelo Ferreira da Costa] e buscamos as vias do diálogo para solucionar uma pauta de reivindicações da rede municipal. Infelizmente este mês fomos surpreendidos com o não pagamento do piso integral dos professores e repasse apenas de um pequeno percentual, o que não vamos aceitar”, explica a presidente do Sintego, Bia de Lima.

Segundo Bia de Lima, os servidores administrativos também não receberam o pagamento da data-base, que seria de aproximadamente 6,58% e deveria ser paga desde janeiro, conforme lei aprovada em 2015.

Leia mais:

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA