Vila Nova 1x1 Figueirense. (Foto: Carlos Costa/Futura Press/Folhapress)
tropeco vila

Se já estava difícil, agora ficou praticamente impossível. O Vila Nova Futebol Clube praticamente disse adeus ao sonho de conquistar o inédito acesso para elite do futebol nacional ao empatar com o Figueirense pelo placar de 1 a 1 na noite desta terça-feira (14), no Estádio Serra Dourada.

Com 55 pontos o time colorada ainda tem duas partidas no Campeonato Brasileiro da Série B. Terá que vencer Náutico e Londrina, além de torcer por uma combinação improvável de resultados com tropeços de Paraná, Londrina e Oeste.

Diante do Figueirense o Vila completou cinco empates seguidos como mandante. Antes a equipe tropeçou em casa diante de Brasil de Pelotas, Goiás, Oeste e Santa Cruz. 

Jogo

O Vila Nova voltou a mostrar deficiência em seu sistema ofensivo e outra vez o meia Alan Mineiro, que foi o grande destaque individual do time em boa parte da competição, decepcionou e deixou o campo vaiado pelo torcedor.

O Figueirense abriu o placar logo aos 4 minutos da etapa inicial com o atacante Luidy que recebeu na área e bateu forte para vencer o goleiro Luís Carlos. O empate do Tigrão veio nos acréscimos do 1º Tempo com o volante Claudinei que de cabeça aproveitou assistência de Wesley Matos.

Jogou a toalha

Consciente das dificuldades para conquista do acesso para a Série A, Wesley Matos após o jogo diante do Figueirense declarou que é hora de pensar na próxima temporada. "Que o Vila continue esse trabalho e a campanha foi boa, mas infelizmente não conseguimos o objetivo. Agora é começar o planejamento para 2018".

Ficha Técnica - Vila Nova 1x1 Figueirense

Local - Estádio Serra Dourada

Renda - R$ 24.240,00

Público - 1.737 pagantes

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)

Vila Nova - Luís Carlos; Maguinho (Alípio), Wesley Matos, Alemão e Gastón; PH (Marcelinho), Claudinei, Anderson Luís e Alan Mineiro; Ruan e Lourency (Jeníson). Técnico: Hemerson Maria

Figueirense - Saulo; Dudu (Ferrugem), Naylhor, Henrique Trevisan e João Lucas; Zé Antônio, Dudu Vieira e João Paulo (Guilherme Lazarone); Luidy (Joãozinho), Henan e Jorge Henrique. Técnico: Milton Cruz

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA