Hemerson Maria mantém viva esperança de acesso (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
hemerson
A derrota para o Paraná, na última rodada, não só afastou o Vila Nova do G-4, mas também causou sofrimento ao grupo por aquilo que foi os 90 minutos. O Vila deixou Curitiba derrotado com um gol causado por falha da zaga e, no primeiro tempo da partida, com duas oportunidades claras de abrir o placar e mudar a história do confronto direto.

O fato de a bola insistir em não entrar foi menos grave do que a situação de sair de campo derrotado por consequência dos próprios erros. Para o técnico Hemerson Maria, o Vila merecia mais sorte na partida da 31ª rodada, disputada no estádio Durival de Britto, onde, para ele, o empate teria sido um resultado mais honesto.

“O jogo foi muito igual, equilibrado e disputado. As equipes entraram com modelo de jogo igual. Conseguimos neutralizar a bola parada do Paraná, que é fortíssima. Eles também conseguiram marcar nossos pontos fortes. Quando isso acontece, se decide nos detalhes”, disse Hemerson Maria.

O Vila teve como maiores pecados, neste Brasileiro série B, os pontos importantes que deixou de ganhar em casa. Agora, com o campeonato em sua reta final, Hemerson Maria garante que enquanto houver chances matemáticas, o Vila Nova vai lutar pelo acesso.

“Cabe a nós não nos entregarmos. São seis jogos, 18 pontos em disputa. Vamos lutar até quando a matemática falar que não temos mais chances”, disse o comandante colorado.

Panorama

O Vila Nova ainda tem pela frente Santa Cruz, Figueirense e Londrina, em casa, e sai para enfrentar Paysandu, Internacional-RS e Náutico.

A probabilidade é a de que, Internacional-RS e Náutico, quando receberem o Vila, na 35ª e 37ª rodadas, respectivamente, em condições 100% opostas, já estejam com suas situações definidas na competição. Tecnicamente, a vida dos concorrentes diretos do Vila Nova será mais complicada até a 38ª rodada.

O Ceará tem dois jogos difíceis fora de casa. Concluindo a 32ª rodada, vai a Porto Alegre enfrentar o Inter-RS. Depois, na 33ª, vai a Caxias do Sul-RS, onde encara o Juventude-RS. Os outros jogos do Ceará são Guarani, Paysandu e ABC-RN, em casa, tendo Goiás e Criciúma, fora de casa.

Na próxima rodada, o Paraná tem o confronto direto contra o Oeste, em casa. Depois sai para um confronto, que costuma ser complicado, com o Brasil-RS. Na sequência tem o Luverdense, em casa, Santa Cruz e CRB, fora de casa, e encerra sua participação contra o Boa Esporte-MG, em Curitiba.

Dos clubes que são concorrentes diretos, o América-MG, talvez, seja o que esteja mais tranquilo, porém, terá dois jogos fora de casa, em sequência. Conclui a 32ª rodada indo a Varginha, onde enfrenta o Boa Esporte. Depois vai a Campinas, para enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Concluindo sua trajetória, o América-MG terá, em casa, ABC-RN, Juventude-RS e CRB-RN, tendo as duas últimas partidas, fora de casa, contra Figueirense e Londrina. 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA