Lourency em sua apresentação no Vila Nova. (Foto: Comunicação Vila Nova FC)
vila lourency

Moisés segue no departamento médico do Vila Nova Futebol Clube e uma vaga no ataque colorado segue aberta. No jogo contra o América Mineiro o escolhido por Hemerson Maria foi Jenison que acabou não agradando.

Nesta terça-feira (26), para partida contra o CRB no Serra Dourada existe a dúvida para o companheiro de Mateus Anderson. Além de Jenison, existem também as opções de Tiago Adan e Lourency que foi apresentado nesta segunda-feira (25), no Onésio Brasileiro Alvarenga.

O atacante que estava na Chapecoense tem 21 anos e fazia parte do elenco da equipe catarinense na temporada passada quando aconteceu a tragédia em que o avião que transportava a delegação para a Colômbia acabou caindo próximo a Medellin – 72 pessoas morreram no desastre as vésperas da decisão da Copa Sulamericana.

Lourency ficou fora da relação final da viagem por uma opção do treinador. “Foi uma opção do Caio Júnior que só podia levar 18 jogadores para lá e acabou que ele eu não fui relacionado. Existia uma disputa grande no ataque com Ananias, Lucas Gomes, então acabou que ele optou por eles e não me levou”. Na atual temporada o atacante realizou 14 jogos e marcou 1 gol. “Esperava ter mais sequência de jogos por lá e isso acabou não acontecendo.”.

Já consciente de que o acesso é o objetivo e sonho do Vila Nova em 2017, Lourency se diz pronto para ajudar o Tigrão. “Estou vindo para qualificar ainda mais o elenco. Sei que na minha posição tem vários atletas com muita qualidade. Estou aqui para ajudar tanto dentro como fora de campo. Temos o objetivo traçado e a meta é conquista-lo”.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA