Alan Mineiro - Meia Vila Nova. (Foto: Comunicação Vila Nova FC)
alan mineiro vila

Dos reforços contatado pelo Vila Nova Futebol Clube para disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, o meia Alan Mineiro foi o primeiro a ser apresentado no Onésio Brasileiro Alvarenga. Já regularizado o atleta está a disposição do técnico Hemerson Maria para fazer a sua estréia contra o Juventude no Serra Dourada, na próxima sexta-feira (19), as 20h30.

Com discurso forte e bem claro, Alan Mineiro começou sua entrevista coletiva revelando os motivos que fizeram com que ele aceitasse o convite colorado. Com contrato em vigência com o Corinthians, ele disse preferir estar em atividade.

"Todo jogador tem que estar jogando, independente de qual for o clube. Se você não está jogando você não é visto. Escolhi o Vila pela camisa e a tradição. O projeto me chamou a atenção e isso me fez estar aqui. É uma responsabilidade muito grande em estar vestindo essa camisa".

Alan Mineiro tem 29 anos e defendeu no Campeonato Paulista a Ferroviária. Marcou 4 gols em 15 jogos. Sua principal temporada foi em 2015 quando atuou pelo Bragantino e marcou 12 gols no Brasileiro da Série B. Seu bom futebol despertou o interesse do Corinthians. No Parque São Jorge não teve muitas oportunidades e acabou emprestado para o América Mineiro.

Características

"Sou um jogador de armação, mas que também chego bastante na área. As vezes as pessoas até confundem e acham que jogo na frente, mas é que sempre estou perto dos atacantes para finalizar a gol".

Elenco do Vila Nova

"Uma base foi mantida. Uma base boa que chegou a final do Goiano. Temos aqui uma equipe de Série A que não chegou e o Vila Nova chegou. As contratações que estão chegando eu já tive a oportunidade de atuar com alguns e são boas contratações. Temos um elenco forte para brigar pelo acesso".

Torcida

Eu cheguei aqui antes da primeira final do Campeonato Goiano e eu vi o calor da torcida. Fiquei triste com a perda e até no segundo jogo para muitos o time já estava desacreditado, mas mesmo assim o torcedor foi e apoiou os treinamentos. A torcida parece muito com a torcida do Corinthians - de massa e presente. Isso pesou para que eu pudesse vir para cá".

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA