logomarcadiariodegoias2017

Túlio Lustosa e João Afonso. (Foto: Rosiron Rodrigues)
joao afonso

As contratações efetuadas pelo Goiás em 2017 para o setor de volantes não foram bem-sucedidas. Quem chegou não agradou. Victor Bolt e Pedro Bambu que vieram dos rivais Vila Nova e Atlético terminaram a temporada com questionamentos por parte da torcida e imprensa.

Outros nomes como Willians, Toró e Ramires foram outros atletas utilizados no setor que foram embora sem deixar saudades aos esmeraldinos.

Para 2018 o Goiás Esporte Clube foi buscar no Brasil de Pelotas, o volante João Afonso em busca de mudar essa história. Aos 22 anos o jogador formado na base do Internacional tem passagens também pela Chapecoense e Criciúma.

Nesta quinta-feira (4), João Afonso foi apresentado e disse que um dos objetivos é deixar sua marca no Verdão. “Quero procurar desempenhar meu futebol da melhor forma possível. Vou atuar conforme minhas características – sou um jogador aguerrido e sou um cara que não gosto de perder. Vim para fazer história e teremos uma briga sadia dentro do grupo”.

Para o volante o Goiás será o time a ser batido no Campeonato Goiano. “O Goiás é o maior time do estado e sei que todas as equipes vão querer vencê-lo. Não teremos jogos fáceis e vamos passar por todas as dificuldades para buscar o título”.

Sobre a pressão e o ambiente pesado por conta da pressão pelo retorno a elite do futebol nacional, João Afonso prefere enxergar o momento como uma chance para todo o elenco. “Não vejo como um ambiente pesado e sim uma grande oportunidade para os novos que estão chegando e os que já estavam aqui. É a chance de ficarmos marcados no clube pelas conquistas. Começando bem o ano vamos ter o Goiano e a Copa do Brasil – na sequência buscar nosso maior objetivo que é o acesso”.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA