Estádio Serra Dourada (Foto: Guilherme Gonçalves)
goce
A partida deste sábado (11), entre Goiás e Ceará, válida pela 35ª rodada do Brasileiro Série B, além do clima de decisão para as pretensões das duas equipes, que buscam objetivos diferentes nesta reta final da temporada, também estará voltada para o contexto histórico do confronto.

Precisando da vitória para se livrar definitivamente do fantasma do rebaixamento, o Goiás, ao entrar em campo, neste sábado (11), estará defendo um tabu de 18 anos sem perder, em Goiânia, para o clube cearense.

Do outro lado, o Ceará chega para enfrentar o Goiás disposto a quebrar este tabu, já que precisa dos três pontos para confirmar a boa campanha rumo ao acesso à Série A, e já na próxima rodada se garantir na primeira divisão de 2108.

A última vez em que o alvinegro cearense conquistou uma vitória, em Goiânia, contra o Goiás, foi no dia 14 de novembro de 1999, em partida válida pela segunda fase da série B daquele ano. Na oportunidade, o Ceará venceu o Goiás por 4 a 3, no Serra.

Para não ser surpreendido em seus domínios, o técnico Hélio dos Anjos comandou, na manhã desta sexta-feira (10), um trabalho intensivo de preparação para enfrentar o Ceará, onde, em seguida, os jogadores já entraram em regime de concentração.

Com as ausências de Fábio Sanches, expulso contra o Londrina, e Michael, substituído por questão técnica, o Goiás terá duas mudanças para o jogo deste sábado. David, zagueiro formado na base esmeraldina, assume a vaga de Fábio Sanches, enquanto Júnior Viçosa volta ao ataque ao lado de Aylon e Carlos Eduardo.

Para Hélio dos Anjos, esta é a equipe ideal para estar em campo contra o Ceará, já que todo o elenco trata a partida desta rodada como uma decisão.

“Desde que cheguei aqui, criamos esse hábito de que todo jogo é decisão. Naturalmente, esperávamos não chegar neste momento com tantas decisões pela frente, mas eu sempre os preparei para isso”, disse Hélio dos Anjos.

No Ceará, o técnico Marcelo Chamusca terá três desfalques para o jogo contra o Goiás. Chamusca não poderá contar com o volante Richardson e meia Pedro Ken, que receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Expulso no banco de reservas, por reclamação, no empatem em 2 a 2 com o Guarani, o lateral-esquerdo Rafael Carioca também não joga.  

Para a vaga de Richardson, o volante Raul deve retornar à equipe titular. Para o lugar de Pedro Ken, Marcelo Chamusca pode optar por Felipe Menezes, ex-jogador do Goiás, ou permitir que Lima volte a exercer a função de meio-campista, dando a oportunidade para que Magno Alves, ou Arthur, inicie a partida no ataque.

Goiás, 11º colocado com 43 pontos e a três do Z-4, e Ceará, 3º colocado com 59 pontos estarão em campo neste sábado (11), às 17h30 (de Brasília), 16h30 (em Fortaleza), no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pala 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X CEARÁ

35ª rodada – Brasileiro Série B

Data: 11/11/2017
Local: Serra Dourada, em Goiânia
Horário: 17h30 (de Brasília)

Árbitro: Grazziani Maciel Rocha (CBF-RJ)
Assistentes:  João Luiz Coelho de Albuquerque (CBF-RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (CBF-RJ)

Goiás: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, David Duarte, Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt, Elyeser e Leo Sena. Carlos Eduardo, Júnior Viçosa e Aylon. Técnico: Hélio dos Anjos

Ceará: Éverson, Pio, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Felipe Menezes (Magno Alves) e Ricardinho, Lima, Elton e Leandro Carvalho. Técnico: Marcelo Chamusca 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA