Aylon agradece Tiago Luis pelo passa para o gol (Foto: Goiás EC)
goool
A partida entre Goiás e Juventude, que aconteceu na noite desta terça-feira (17), no estádio Serra Dourada, começou a todo vapor. Nos primeiros minutos de jogo, o lateral esquerdo Carlinhos arrancou em velocidade pelo meio campo, deixou a marcação para trás e bateu cruzado. O goleiro Matheus se esticou todo para fazer a defesa. O recado estava dado.

No lance seguinte, bola para o alto. Carlos Eduardo escorou de cabeça e ela encontrou Nathan. O atacante, em velocidade, se infiltrou em meio à zaga do Juventude. O goleiro Matheus, de forma imprudente, saiu da meta, perdeu o tempo de bola, e jogou o jogador do Goiás para cima. Dentro da área é pênalti. Júnior Viçosa foi para cobrança e o goleiro Matheus, se redimindo, “voou” no canto direito para praticar a defesa.

Confuso, o sistema defensivo do Juventude quase se complica na saída de bola. Maurício, zagueiro do Juventude, entrega para Carlos Eduardo, que chutou rasteiro. O goleiro Matheus soltou, mas conseguiu defender em dois tempos.

A resposta do time gaúcho veio aos 25 minutos da primeira etapa. A bola sobrou para Wesley Natã, que bateu forte no canto direito. Marcelo Rangel se esticou e fez grande defesa.

Júnior Viçosa, em jogada individual, depois de receber na intermediária, dominou, girou e chutou no ângulo esquerdo de Matheus, que fez uma bela pose para segurar com firmeza.

No segundo tempo, o primeiro lance de perigo aconteceu apenas aos 10 minutos. Bate-rebate na área do goleiro Matheus, Elyeser arrisca, mas manda por cima do gol. 

Aos 28 minutos da etapa final, lance polêmico. Tiago Luis cobrou falta pela direita, a zaga gaúcha afastou e, a bola sobrou com Carlos Eduardo. O atacante do Goiás bateu, e a bola, que tinha a direção do gol, tocou no braço direito do zagueiro Domingues. O árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro entendeu que não houve nada.

De tanto insistir, o Goiás encontrou o seu alívio. Aos 36 minutos do segundo tempo, Aylon, que havia acabado de entrar no lugar de Júnior Viçosa, recebeu no meio da área. Tiago Luis cruzou na medida. Ele dominou e, cara a cara com Matheus, mandou no ângulo direito do goleiro do Juventude.

E, o placar ficou assim: Goiás 1x0 Juventude. O Goiás chega a sua quarta partida de invencibilidade. Com o resultado, alcançou a 10ª colocação, com 38 pontos, e na próxima rodada vai a Lucas do Rio Verde-MT, onde às 21h, enfrenta a equipe do Luverdense, 17º colocado, com 34 pontos, primeira equipe dentro do Z-4. Para esta partida, o alviverde não poderá contar com o lateral esquerdo Carlinhos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O Juventude, com a derrota fora de casa, está na 7ª colocação, com 45 pontos, e na próxima rodada vai a Campinas-SP, enfrentar o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1X0 JUVENTUDE

 

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 17 de outubro de 2017, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)


Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro – RJ
Assistentes: Silbert Faria Sisquim – RJ e Luiz Antonio Muniz de Oliveira – RJ

Renda: R$44.590,00

Público pagante: 7.755,00

Público presente: 9.073,00

Cartões amarelos: Carlinhos (GOI), Matheus (JUV), Maurício (JUV), Yago (JUV), Lucas (JUV), Leilson (JUV).

Gols: Aylon, 35 1ºT;

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt, Elyeser (Andrezinho), Léo Sena e Nathan (Tiago Luis); Carlos Eduardo e Júnior Viçosa (Aylon).
Técnico: Hélio dos Anjos

JUVENTUDE: Matheus; Tinga, Domingues, Maurício e Bruno Colaço; Lucas, Fahel (Yuri Mamute), Leílson, Yago (Caprine); Tiago Marques e Wesley Natã.
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA