Sérgio Rassi
sergio rassi

A crise que atravessa o Goiás no Campeonato Brasileiro da Série B fez mais uma vítima. Depois das mudanças no comando técnico e do afastamento de jogadores, agora foi a vez da mudança no comando da instituição. Uma alteração que já foi ventilada, mas que poucos acreditavam que poderia acontecer.

Sérgio Rassi anunciou sua renuncia do cargo de presidente do Goiás Esporte Clube. Alvo de duras critícas por parte da imprensa e principalmente da torcida esmeraldina - sem ter o apoio que teve no passado e com a insatisfação por parte de familiares que não desejavam sua permanência na agremição, Rassi optou por deixar o comando do Verdão com quatros meses de antecedência para o fim do seu atual mandato que começou em janeiro de 2016.

Quando assumiu o Goiás em 2014 em sua primeira gestão, a equipe estava atravessando graves problemas financeiros e durante sua administração, muitas dívidas foram pagas e houve muita comemoração devido a conquista das certidões negativas que era uma objetivo antigo na Serrinha.

A notícia foi divulgada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Goiás, Haile Pinheiro, que concedeu entrevista à Rádio 730. Uma reunião entre a alta cúpula do clube aconteceu na noite de quinta-feira (24), e Rassi fez o comunicado que não suportava mais a pressão do cargo. Marcelo Almeida, vice-presidente assume o comando até o final do ano quando acontece as eleições para o biênio 2018/2019.

 

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA