logomarcadiariodegoias2017

 

Atlético 1x2 Aparecidense. (Foto: Paulo Marcos - ACG)
dragao e aparecidense

Quem poderia imaginar que o Atlético Clube Goianiense estaria na zona do rebaixamento do Campeonato Goiano após a realização da 3ª Rodada? 

Nem o mais pessimistas dos rubro negros poderia acreditar nesta possibilidade, porém é a realidade atleticana que após empates contra Itumbiara e Grêmio Anápolis, foi derrotado nesta quarta-feira (24), pela Aparecidense no Estádio Olímpico.

O Camaleão venceu de virada, pelo placar de 2 a 1 e festejou a primeira vitória no Goianão 2018 - com 4 pontos pulou para a 2ª posição no Grupo B. Já o Atlético é o lanterna do Grupo A com apenas 2 pontos. 

A partida não chamou a atenção pelo aspecto técnico. Erros de passes, os times nervosos e poucos lances de qualidade. Neste enredo, o Atlético conseguiu abrir o placar aos 25 minutos do 1º Tempo em um pênalti cometido por Cristian, que colocou a mão na bola dentro da área. O meia Tomas Bastos que fez seu primeiro jogo como titular no Dragão, converteu a cobrança. 

No finalzinho da etapa inicial a Aparecidense chegou ao empate em um gol do lateral esquerdo Helder que passou pelo defensor atleticano e bateu para as redes, sem chances de defesa para Klever. 

No 2º Tempo a Aparecidense chegou a vitória em um novo pênalti marcado pelo árbitro Jefferson Ferreira no jogo. O meia Alex Henrique que sofreu a falta foi o responsável pela cobrança. Ele bateu no canto de Klever que pulou, mas não chegou a tempo.

A exemplo do que aconteceu no último sábado (20), também no Estádio Olímpico, o Atlético deixou o campo vaiado pelos torcedores. 

Ficha Técnica - Atlético 1x2 Aparecidense

Local - Olímpico

Renda - R$ 10.195,00

Público - 932 pagantes

Árbitro: Jefferson Ferreira

Assistentes: Bruno Pires e Márcio Soares

Atlético - Klever; Jonathan, Lucas Rocha, Willian Alves e Bruno Santos; Diego Silva, Diego Valderrama, Fernandes (René Santos) e Tomas Bastos (Vinícius Tanque); Wesley
Natã e Elder Santana (Cristhyan.). Técnico: João Paulo Sanches

Aparecidense - Busatto; Rafael Cruz, Filipe Costa, Mirita e Helder; Wagner (Thiago Ulisses), Uederson, Washington e Cristian (Alex Henrique); Aleílson e Nonato
(Gustavinho). Técnico: Márcio Azevedo.

 

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH