Luis Fernando marcou sete gols no Campeonato Brasileiro (Foto: assessoria ACG)
afernando
O Atlético Clube Goianiense realizou, na manhã desta terça-feira (07), o penúltimo treino da equipe antes da viagem para Belo Horizonte-MG, onde enfrenta, na quinta-feira (09), o Atlético-MG, às 20h, no estádio Independência, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

O técnico João Paulo Sanches comandou uma atividade técnica, que teve quase 2h de duração, com a finalidade de ajustar o time taticamente e movimentar as peças – principalmente do sistema ofensivo –, para que a equipe não cometa os mesmos erros cometidos na derrota por 1 a 0 para o São Paulo.

“Faltou o terço final do campo, o penúltimo passe, um cruzamento com mais presença de área. Faltou dificultar mais para o Sidão (goleiro do São Paulo). Tivemos envolvimento, entrega e até posse de bola, mas faltou finalizar um pouco mais”, disse João Paulo Sanches.

O embarque da delegação atleticana está marcado para a manhã desta quarta-feira (08), tendo em vista que os comandados de João Paulo Sanches realizam o último treinamento, antes de enfrentar o Galo, em Belo Horizonte, no Centro de Treinamento Toca da Raposa II, que pertence ao Cruzeiro.

Para a partida contra o Atlético-MG, João Paulo Sanches não poderá contar com a presença do volante André Castro, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em contrapartida, o meia Jorginho retorna ao time principal após sua ausência no jogo contra o São Paulo.

Outra novidade será o retorno do goleiro Kléver à meta atleticana. Com a ausência de Marcos, acertado com o Goiás para 2018, após três meses no banco de reservas Kléver volta a ter oportunidade na equipe titular.

João Paulo Sanches não esboçou posicionar a equipe que vai à campo enfrentar o Atlético-MG fora de casa. Porém, na última atividade, que acontece amanhã, deve concluir os trabalhos de preparação, formando o grupo dos onze que estarão em campo contra o Atlético-MG.

O Atlético-GO ocupa a última colocação da tabela de classificação e, restando seis jogos para o fim do campeonato, só um milagre matemático livra a equipe da queda para a série B do ano que vem.

No Atlético-MG, a situação na tabela é mais tranquila, porém, ainda desconfortável. A equipe comandada por Osvaldo de Oliveira está na 12ª colocação com 42 pontos, sete pontos a mais que o Vitória-BA, equipe que abre o Z-4, e nove pontos a menos que o Cruzeiro, equipe que abre o grupo dos que se garantem na Copa Libertadores do ano que vem. 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA