Adson Batista - Atlético (Foto: Diário e Goiás)
adson
O Atlético foi a Vila Belmiro, na noite deste domingo (22), onde enfrentou o Santos, pela 30ª do Campeonato Brasileiro da série A e se deu mal. O Santos venceu o Atlético-GO por 1 a 0, com gol marcado pelo atacante Ricardo Oliveira.

Mesmo não tendo uma atuação de gala, o Santos conquistou o resultado positivo sobre o adversário com gol marcado ainda na primeira etapa do jogo.

A partida começou movimentada para os dois lados. Logo aos 11 minutos, Jean cruzou na área e a zaga do Atlético-GO fez o corte. Na sequência, Zeca fez o passe para Seginho na direita, que cruzou com perigo. A bola encontrou Jean na esquerda. O jogador cruzou rasteiro. Ricardo Oliveira fez um falso passe, deixou a bola passar, e ela sobrou com Copete que, dentro da pequena área, livre de marcação, bateu para uma bela defesa do goleiro Marcos.

A resposta do Atlético veio de uma lambança proporcionada pela defesa santista. Após cruzamento de Andrigo, o meia Lucas Veríssimo recuou a bola para o goleiro Vanderlei, que encaixou com as duas mãos. O árbitro Péricles Bassols Cortez marcou tiro livre indireto a favor do Atlético-GO. Na cobrança, Walter bateu forte, a bola parou em Copete, e a defesa conseguiu afastar.

Logo em seguida, Serginho recebeu de Ricardo Oliveira e serviu Lucas Lima. O meia santista bateu de fora da área para linda defesa do goleiro Marcos. O árbitro marcou o escanteio. Na cobrança, Lucas Lima cruzou na medida para Ricardo Oliveira cabecear sem chances para o goleiro do Atlético. Santos 1 a 0.

O Atlético-GO quase chegou ao empate ainda no primeiro tempo. Aos 43 minutos, Walter fez o passe para Jorginho. O camisa 10 atleticano deixou a bola passar para Andrigo, que de perna esquerda explodiu a bola no travessão de Vanderlei.

O início do segundo tempo foi todo pressão a favor do Santos. Primeiro, em lance que Lucas Veríssimo não conseguiu completar, após Zeca cruzar na área e o colombiano Copete cabecear. Em seguida, o lateral esquerdo soltou um bomba, o goleiro Marcos defendeu, e a bola ainda tocou na trave, antes da zaga do Atlético-GO afastar.

A resposta atleticana foi rápida. Luiz Fernando recebeu na área e finalizou para a defesa de Vanderlei que, em seguida, conseguiu afastar com os pés. No lance seguinte, após novo cruzamento na área, Gilvan cabeceou com perigo, e um minuto depois, foi a vez de Jorginho finalizar de fora da área e ver a bola explodir no peito do goleiro do Santos.

A última grande chance da partida foi dos donos da casa. Ricardo Oliveiro recebeu lançamento de Lucas Lima, ganhou na velocidade de dois defensores do Atlético-GO, e chutou para a defesa de Marcos. E assim terminou a partida, com o Santos vencendo por 1 a 0.

Com o resultado, o Atlético-GO afundou ainda mais na tabela de classificação e, cada vez mais perto, vê o rebaixamento para a série B do Campeonato Brasileiro. Na 20ª colocação com 26 pontos, a equipe comandada por João Paulo Sanches tem chances mínimas de se livrar da queda.

A distância, que chegou a ser de quatro pontos para a primeira equipe fora do Z-4, agora está em oito e, restando oito jogos para o fim do campeonato, o Atlético precisa alcançar 46 pontos – seis vitórias e um empate – para se safar da degola.

Com a vitória, o Santos alcançou os 53 pontos, seis a menos do que o líder Corinthians, e ocupa a 3ª colocação, com a mesma quantidade de pontos que o Palmeiras, 2º colocado.

O Atlético-GO volta a campo no próximo domingo (29). Vai a Salvador-BA, onde enfrenta o Vitória-BA, às 18h, no Barradão. O Santos-SP tem pela frente o clássico com o São Paulo, no sábado (28), às 17h, no Pacaembú.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro da Série A – 30ª rodada  

SANTOS 1X0 ATLÉTICO-GO

Data: 22/10/2017, domingo
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)


Público: 4.245
Renda: R$ 117.270,00
Cartões amarelos: Alison (SAN). André Castro (ATL).

GOL: Ricardo Oliveira, aos 30 do 1T;

SANTOS: Vanderlei; Zeca, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Matheus Jesus e Lucas Lima; Serginho (Renato), Copete (Lucas Crispim) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi

ATLÉTICO-GO: Marcos; Jonathan (Ronaldo), Gilvan, William Alves e Bruno Pacheco; André Castro (Diego Rosa), Paulinho, Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando (Igor); Walter.
Técnico: João Paulo Sanches

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA