Zagueiro Breno - São Paulo Futebol Clube
breno sp

O Atlético Clube Goianiense confirmou uma negociação com o São Paulo e terá como reforço para disputa do Campeonato Brasileiro o zagueiro Breno. Em contra partida o time rubro negro vai ceder por empréstimo o atacante João Pedro, revelação do Dragão na disputa do Campeonato Goiano.

O diretor de futebol do Atlético, Adson Batista, em contato com a reportagem do Diário de Goiás explicou a transação. "Fizemos uma parceria e o São Paulo vai pagar todo o salário. Estamos trazendo para recupera-lo e contar com o futebol dele. Acreditamos no potencial do atleta. O João Pedro vai por empréstimo por um ano e com 50% estipulado. Para ele também será bom porque poderá evoluir em muitos fundamentos e também taticamente. Vamos valorizar nosso jogador e teremos aqui na Série A um grande zagueiro".

João Pedro que se destacou pela primeira vez com a camisa do Atlético na goleada por 3 a 0 diante do Crac, em Catalão, quando marcou três gols - só será liberado para o São Paulo ao final da participação rubro negra na Copa do Brasil. Na competição o atacante Walter não pode defender o clube e Júnior Viçosa está na reta final do seu contrato. 

Sem estar sendo aproveitado por Rogério Ceni no São Paulo, Breno que tem 27 anos surgiu nas categorias de base do tricolor paulista com grande destaque e foi negociado com o Bayern Munique no final de 2007 por 12 milhões de euros. 

Carreira:

Carreira

Foi revelado nas categorias de base do São Paulo, pelo ex-jogador Zé Sérgio e rapidamente chegou aos profissionais, logo após se destacar na Copa São Paulo pelo time júnior em 2007, onde foi vice-campeão.

Na equipe profissional, em seu primeiro ano, ganhou a confiança do então técnico Muricy Ramalho e a titularidade. Resultado: sagrou-se campeão brasileiro daquele ano e foi eleito o melhor zagueiro da competição.

Ainda em 2007, o Bayern de Munique contratou o jovem zagueiro são-paulino, por 12 milhões de euros.

Foi convocado para a Seleção Brasileira no dia 22 de janeiro de 2008, para um amistoso contra a Seleção Irlandesa. Pouco tempo depois, foi convocado para disputar as Olimpíadas de Pequim, onde conquistou a medalha de bronze.

Após o término dos Jogos Olímpicos, Breno perdeu espaço na equipe, mas a chegada do treinador Louis van Gaal também foi crucial para o zagueiro esquentar o banco de reservas. 

Breno foi disputado durante o mês de dezembro de 2009 por equipes brasileiras para sua volta por empréstimo, porém, a diretoria do clube acabou emprestando-o ao Nuremberg, em 2011, para ganhar mais experiência atuando na Alemanha.

Chegou a seu novo clube como titular, mas após alguns meses  sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho direito e acabou sendo devolvido ao Bayern em 2012, para um processo de recuperação.

No dia 20 de setembro de 2011, a casa de Breno em Munique foi encontrada completamente queimada. A causa do acidente, no ato, não ficou totalmente esclarecida, já que o jogador estava sozinho em casa, ficou levemente ferido em sua fuga e correu para o hospital. Por suspeita de fogo posto na casa, Breno foi levado preso preventivamente pela Procuradoria Estadual de Munique em 24 de setembro de 2011.

Em 4 de julho de 2012, o Tribunal Regional de Munique condenou Breno a três anos e nove meses de prisão. O brasileiro foi considerado culpado de incêndio grave, e o Tribunal não viu circunstâncias atenuantes suficientes para uma pena suspensa.

O contrato de Breno com Bayern era até o final de 2012, mas fora rescindido. Então, o São Paulo, firmou um contrato com o atleta até 7 de outubro de 2015. Mas, 29 de janeiro de 2013, a justiça alemã decidiu mantê-lo preso até o fim de sua pena, que vai até abril de 2016, acabando com as esperanças tricolores em contar com o zagueiro, uma vez que, ele aguardava redução de sua pena por bom comportamento.

 

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA