logomarcadiariodegoias2017

Técnico Cláudio Tencati. (Foto: Paulo Marcos - Atlético Goianiense)
claudio tencati 14

Antes da bola rolar Cláudio Tencati considerava a Aparecidense favorita no confronto diante do Atlético. Os números favoráveis e as boas atuações do adversário eram os principais motivos para essa conclusão. Mas com a bola rolando o Dragão teve oportunidades de reverter a expectativa em relação ao confronto pela 3ª Rodada do 2º Turno do Goianão 2018.

Aos 48 minutos do 2º Tempo, no último lance da partida disputada no Estádio Anníbal Batista de Toledo, o Dragão teve a bola do jogo. Pênalti que o meia Tomas Bastos cobrou e o goleiro Busatto fez a defesa, segurando o zero a zero.

O técnico atleticano após a partida analisou o resultado e disse que ainda não precisa de tempo para conhecer os atletas mais qualificados para as bolas paradas no Dragão.

"Jogamos bem e organizado, fomos premiados no final com um pênalti e desperdiçamos. Mas tudo isso é consequência da falta de tempo de treinar. Estou chegando agora e ainda não sei detalhadamente quem é o batedor e quem não é, mas daqui a pouco tenho certeza que teremos o conhecimendo o melhor jogador para batida de pênalti e de falta, desse jogador mais aguçado para essa ou aquela posição".

Nos dois jogos fora de casa neste semana, a projeção são de 4 pontos para serem alcançados. Com o empate diante da Aparecidense, agora é preciso vencer o próximo compromisso para chegar ao objetivo e seguir na briga para alcançar as semifinais.

"A meta da semana é conquistar quatro pontos. Temo agora o Anápolis pela frente, mas o ponto conquistado hoje foi importante. Não permitimos que a Aparecidense está na briga não ganhasse distância. Estamos vivos e na briga pela terceira ou quarta colocação".

Com 33% de aproveitamento o Atlético Clube Goianiense conquistou 8 pontos em 24 disputados. Em 8 jogos foram 2 derrotas, 5 empates e apenas 1 empate.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH