logomarcadiariodegoias2017

Foto: Divulgação Paris Saint Germain
copa franca
O Paris Saint-Germain teve alguma dificuldade, mas se classificou para as oitavas de final da Copa da França nesta quarta-feira (24), no Parque dos Príncipes. Jogando desfalcado de Neymar e Mbappé diante do seu torcedor, o time parisiense ganhou do Guingamp por 4 a 2 e avançou à próxima fase da competição após uma partida equilibrada contra o nono colocado do Campeonato Francês.

Rabiot, Deaux (contra), Pastore e o capitão Marquinhos fizeram os gols do PSG, enquanto Thuram e N'Gbakoto marcaram de pênalti os gols do eliminado Guingamp.

O adversário do PSG nas oitavas de final do torneio será definido nesta quinta-feira (25), em sorteio que está marcado às 17h (de Brasília).

O uruguaio Cavani entrou em campo empatado com Ibrahimovic como maior artilheiro da história do PSG, com 156 gols marcados pelo clube. Apesar de experiente, o centroavante se mostrou afoito no duelo com o Guingamp, perdendo quatro chances claras de gol no primeiro tempo no Parque dos Príncipes.

No segundo, o goleiro Johnsson fez uma sequência espetacular de defesas aos 9min e evitou o recorde do uruguaio, que ainda teve outras duas oportunidades para marcar -uma defendida e outra abdicada por um passe errado.

O duelo foi equilibrado a princípio, com PSG e Guingamp se alternando na criação de jogadas perigosas. As boas jogadas ensaiadas fizeram a diferença para o time da casa, que abriu o placar aos 21min em um escanteio batido por Di María e concluído de cabeça por Rabiot na pequena área e ampliou três minutos depois em uma cobrança de falta de Di María, desviada por Deaux para suas próprias redes.

O Guingamp não desistiu e descontou aos 33min, em um pênalti convertido por Thuram -o goleiro Trapp foi o responsável pela falta que resultou na penalidade.

Precisando do resultado para avançar na competição, o Guingamp seguiu em busca do empate após o intervalo, mas foi mais pressionado do que pressionou o PSG. O goleiro Karl-Johan Johnsson fez seu melhor para evitar que o time da casa ampliasse a vantagem no marcador, realizando grandes defesas em finalizações de Cavani.

Porém, foi vencido pela terceira vez na noite aos 19min, em uma cabeçada de Pastore após cruzamento de Draxler. N'Gbakoto fez o segundo do Guingamp em novo pênalti, cometido por Meunier, mas Marquinhos fechou o placar aos 44min.

VAIAS A NEYMAR

Dessa vez, Neymar recebeu apoio dos torcedores. O atacante brasileiro havia sido vaiado em um jogo contra o Dijon, pelo Campeonato Francês, na semana passada, ao cobrar um pênalti e "impedir" o recorde de Cavani como maior artilheiro do PSG.

"Vaiar nossos jogadores é o oposto de nossos valores", foram os dizeres de uma faixa estendida nas arquibancadas do Parque dos Príncipes durante o jogo contra o Guingamp. A mensagem partiu dos ultras (torcedores organizados) do time parisiense, apontados como responsáveis pela vaia que Neymar recebeu na goleada por 8 a 0 sobre o Dijon.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH