logomarcadiariodegoias2017

Botafogo x Portuguesa-RJ. (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
lusa e fogo

O primeiro jogo do ano não foi como o Botafogo esperava. No debute do técnico Felipe Conceição, o time contou com uma falha de Jefferson e só empatou com a Portuguesa por 2 a 2, nesta terça-feira (16), no Engenhão, no jogo de abertura do Campeonato Carioca.

Sassá marcou duas vezes para os visitantes, enquanto Brenner e Marcos Vinicius fizeram para o Alvinegro.

O Botafogo estava perdendo por 2 a 0, mas conseguiu reagir no segundo tempo e alcançou a igualdade no minuto final. Mesmo assim, o resultado não impediu as vaias da torcida ao fim do confronto disputado.

O Botafogo volta a campo no sábado (20), quando medirá forças com o Fluminense, às 17h, no Maracanã. Já a Portuguesa recebe o Madureira, também no sábado, na Ilha do Urubu.

Um dos pontos fortes do time de Jair Ventura, a defesa do novo Botafogo, comandado agora por Felipe Conceição, demorou apenas nove minutos para levar o primeiro gol. Em jogada ensaiada de escanteio, os visitantes aproveitaram bobeada da defesa para abrir o placar, com Sassá.

O dia tinha tudo para ser especial para Jefferson, que voltava ao time titular do gol após se recuperar de lesão e ganhar concorrência de Gatito Fernandez. Porém, o ídolo da torcida não estava em seus melhores dias e teve uma grande falha.

Aos 35min, Sassá chutou de muito longe e o camisa 1 não conseguiu fazer a leitura do lance. A bola, com efeito, bateu nas mãos do goleiro e morreu no fundo das redes: 2 a 0.

Se Jefferson falhou no segundo gol da Portuguesa, os visitantes também cometeram um erro grosseiro logo na volta do segundo tempo. Romarinho tentou afastar, mas errou a cabeçada e tocou com a mão na bola. pênalti marcado e bem convertido por Brenner.

Apagado no primeiro tempo, Luiz Fernando mostrou um pouco mais de futebol na etapa complementar. O jogador mostrou o faro de artilheiro que o tornou conhecido no Atlético-GO no ano passado. O gol só não saiu porque Milton Raphael fez grande defesa à queima-roupa e evitou o empate do Botafogo.

Apesar do gol logo cedo no segundo tempo, o Botafogo não conseguiu a reação esperada. O Alvinegro teve melhor rendimento na etapa complementar, mas parou no sistema defensivo da Portuguesa. Mas aos 48min do segundo tempo, Marcos Vinicius aproveitou bobeada da zaga da Portuguesa e deixou tudo empatado.

BOTAFOGO

Jefferson; Arnaldo, Joel Carli (Marcelo), Igor Rabello, Gilson; João Paulo, Matheus Fernandes (Rodrigo Lindoso), Léo Valência (Marcus Vinicius), Luiz Fernando (Lucas Campos); Rodrigo Pimpão (Ezequiel), Brenner. T.: Felipe Conceição

PORTUGUESA

Milton Raphael; Cássio, Luan, Marcão, Diego Maia; Muniz (Abuda), Jhonnatan, Maicon Assis (Philip); Sassá (Rayllan), Alexsandro, Romarinho (Manteiga). T.: João Carlos Ângelo

Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Juiz: Bruno Arleu de Araújo

Cartões amarelo: Marcão, Jhonnatan e Cássio (Portuguesa); João Paulo (Botafogo)

Gols: Sassá, aos 9min, e 35min do primeiro tempo; Brenner, aos 8min, Marcos Vinicius, aos 48min do segundo tempo

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH