logomarcadiariodegoias2017

 

Reunião (Foto: Assessoria Agetop)
agetop

O Estádio Serra Dourada não apresenta boas condições para a realização de práticas esportivas no momento, tanto que as primeiras rodadas do campeonato Goiano 2018, o estádio não vai estar disponível para os times goianos, inclusive para o clássico da segunda rodada, entre Goiás x Vila Nova, que será realizado no Olímpico.

Visando reivindicar as melhorias do estádio, com a revitalização estrutural, do campo, de iluminação entre outras coisas que se fazem necessárias, os representantes dos maiores clubes da capital, Ecival Martins  presidente do Vila Nova Futebol Clube, Júnior Vieira, do Goiás Esporte Clube e Adson Batista do Atlético Clube Goianiense, além do presidente da Federação Goiana de Futebol, André Pitta, e o major da polícia militar em Goiás, major Arantes, se reuniram com o presidente da Agetop, Jayme Rincón para reinvidicar a reforma do Estádio Serra Dourada.  

Segundo o presidente da Agetop, após a reunião, as reformas foram discutidas, pensadas e analisadas em conjunto para que a melhor possa acontecer ao estádio, e nesse intervalo o Serra ficaria inativo, mas sem uma previsão, segundo ele: “Os projetos ainda não foram concluídos, ainda não temos data, nós não temos os recursos financeiros necessários ainda. Assim que os projetos estiverem concluídos e tivermos uma estimativa de custo nós vamos atrás dos recursos, aí sim podemos falar em data e interdição do Serra Dourada.” Perguntado se o Serra vai ser utilizado ainda nesse primeiro trimestre, o presidente foi bem enfático: “Vai ser utilizado, não temos problema algum enquanto a isso, até porque se nós formos efetivamente fazer intervenções, até que os projetos sejam concluídos os recursos sejam viabilizados, a solicitação seja realiza, estamos falando dentre Junho e Julho. Não temos a menor possibilidade de começarmos alguma coisa antes disso. Temos que fazer isso por etapas, primeiro ponto fazer o projeto, feito o projeto, o orçamento, e assim buscar recursos para fazer a intervenção.” Disse o presidente.

O Serra não poderá contar com jogos das primeiras rodadas do goiano, visto que o gramado não estra apto a pratica esportiva. A reforma inicial será desse ponto, somente a estrutural vai acontecer nos próximos meses como disse Jayme Ríncon. Sobre o gramado o presidente ressaltou que as peladas de fim de não atrapalham a condição do mesmo: “Todo fina de ano é feito uma intervenção no gramado, para que possa suportar durante o ano, não são os jogos dos finais de ano que deteriorou o gramado, até porque ele estava em condições razoáveis, mas por precaução e como o gramado do Serra Dourada, sempre foi referência nacionalmente, fazemos com que isso continue dessa forma. Então essas intervenções do gramado são feitas todo o final de ano, exatamente como estão sendo feitas agora, o que acontece é que o campeonato goiano foi antecipado, e com a antecipação tivemos que transferir esses jogos para o estádio Olímpico até que o gramado do Serra esteja recuperado.”

O campeonato goiano começa amanhã, e as partidas marcadas para o Serra nas primeiras rodadas, como é o caso de Vila x Iporá e Goiás x Vila Nova, foram transferidas para o estádio Olímpico.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH