logomarcadiariodegoias2017

Gustavo Scarpa. (Foto: Divulgação Fluminense)
gustavo scarpa

LÉO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O meia Gustavo Scarpa entrou com um mandado de garantia e obteve liminar que o deixa livre para jogar por qualquer clube.

A vitória desta quinta é uma reviravolta após uma derrota parcial um dia atrás. A juíza Dalva Machado, da 70ª Vara da Justiça do Trabalho, havia despachado uma ordem nesta exigindo urgência na antecipação da audiência de conciliação para definir o caso entre Gustavo Scarpa e o Fluminense, clube que ele acionou alegando salários atrasados e exigindo rescisão unilateral de contrato. Um pouco antes, a magistrada havia negado o pedido do meia para rescindir imediatamente seu contrato com o Fluminense.

Em sua sentença proferida, ela afirmou que a decisão de liberar Scarpa de seu contrato em caráter de urgência poderia fazer com que o caso se torne "irreversível", "com prejuízos para as partes e também no que diz respeito a terceiros".

O encontro entre as partes foi marcado para abril, mas a nova decisão judicial pode fazer com que as negociações tomem outro rumo. Em sua defesa apresentada na Justiça, o Fluminense disse que o ex-tricolor agiu de má-fé no caso.

O camisa 10 alegou atrasos de salários, férias, 13º e não depósitos de parcelas do fundo de garantia. Na petição inicial, a defesa do jogador estimou a dívida como algo em torno de R$ 9,2 milhões, mas a magistrada acatou emenda apresentada pela defesa do meia, o que aumentou a causa para R$ 9,3 milhões.

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

BUSCA