Messi. (Foto: Divulgação Barcelona)
messi bernabeu

Os mais de 80 mil torcedores que assistiram ao jogo entre Real Madrid e Barcelona no Santiago Bernabéu, na capital espanhola -e os milhões que acompanharam a partida pela televisão no mundo todo-, viram um clássico neste sábado (23) que deixou a equipe catalã ainda mais isolada na liderança do Espanhol.

Após um primeiro tempo de domínio quase absoluto do time madrilenho, o Barcelona conseguiu segurar o empate sem gols nos primeiros 45 minutos e dominar os donos da casa na segunda etapa. O uruguaio Luiz Suárez abriu o placar após boa jogada de Busquets e Sergi Roberto, aos 8min. Em seguida, Lionel Messi ampliou de pênalti. No último lance da partida, Aleix Vidal deu números finais ao clássico.

Com a vitória por 3 a 0, o Barcelona aumentou para 14 pontos a vantagem sobre o Real Madrid, que tem um jogo a menos e estacionou na quarta colocação. Messi e seus companheiros chegaram a 45 pontos em 17 jogos, enquanto a equipe de Cristiano Ronaldo ficou com 31 pontos -na segunda colocação, o Atlético de Madrid tem 36 pontos.

Com o gol, Messi chegou a 25 gols em partidas contra o Real Madrid, ampliando sua artilharia nos clássicos e na atual edição do Campeonato Espanhol, com 15 gols.

O JOGO

Ao ver a vitória de 3 a 0 do Barcelona, pode-se pensar que a equipe catalã dominou a partida toda -mas não foi bem assim. No primeiro tempo, o time treinado por Zinédine Zidane aproveitou que estava jogando em Madrid e dominou o confronto.

Logo no início da partida, Cristiano Ronaldo teve um gol anulado após a cobrança de escanteio. Varane escorou e o atual melhor jogador do mundo apareceu sozinho na pequena área para marcar de cabeça. A arbitragem marcou o impedimento do jogador português.

Aos 10min, Ronaldo apareceu de novo -mas, dessa vez, com um erro que não é comum vê-lo cometer. Kroos rolou no meio para o camisa 7 do Madrid. Sem marcação, ele tentou finalizar, mas furou e acabou perdendo uma chance clara de gol.

A superioridade do time da casa se mostrou em números. Aos 24 minutos, o Barcelona ainda não tinha finalizações no gol.
Benzema ainda acertaria a trave após cruzamento de Marcelo.

Com mais posse de bola (51,9%) e finalizações (9 a 4), o Real Madrid terminou a primeira etapa melhor no jogo, parando na boa atuação do goleiro Ter Stegen. Mas, no segundo tempo, o jogo mudou.

Desde o início da etapa final, o time visitante conseguiu impor o seu domínio. Suárez fez o primeiro gol após jogada de Rakitic, Busquets e Sergi Roberto, que rolou a bola de primeira para o uruguaio chegar sozinho e finalizar para o fundo das redes.

O Barça seguiu seu domínio, com mais finalizações que o adversário. Aos 16 minutos, uma confusão na área do Real Madrid permitiu que o placar aumentasse.

Suárez teve duas grandes chances. Na primeira, parou em boa defesa de Navas. Na segunda, acertou a trave. Na sequência, o Barcelona seguiu no ataque até que Carvajal colocou a mão na bola dentro da área após chute de Paulinho. O juiz apontou pênalti, e Carvajal levou o cartão vermelho.

Na cobrança, Messi balançou as redes, sem chances para Navas.

Com o segundo gol e um jogador a menos, o Real Madrid lançou-se ao ataque. Bale teve duas boas chances, mas parou em defesas de Ter Stegen. O goleiro do Barcelona também defendeu um chute forte de Sergio Ramos.

Mas quem marcou foi o Barcelona. Messi evitou a saída de bola no campo de ataque e passou para Aleix Vidal finalizar. Navas chegou a encostar na bola, mas não impediu o gol. Após a jogada, o árbitro apitou o fim do clássico.

Na liderança, o Barcelona volta a campo apenas no dia 7 de janeiro, contra o Levante, em casa. No mesmo dia, o Madrid visita o Celta fora de casa.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA