Apresentação de Roger no Palmeiras. (Foto: Facebook Palmeiras)
apresentacao roger

JOSÉ EDGAR DE MATOS - SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Antes mesmo do encerramento do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras se antecipou e apresentou, no início da tarde desta quarta-feira (29), o técnico Roger Machado, comandante da equipe para 2018. O novo treinador promete recolocar o clube alviverde na briga por títulos e enxerga o atual elenco próximo do ideal para a próxima temporada, mesmo com o clube ativo no mercado e, no caso, próximo de anunciar a contratação de Lucas Lima, que já comunicou ao Santos o desejo de vestir verde no ano que vem.

"Palmeiras sempre vai brigar por títulos. A construção de uma equipe vitoriosa passa e é uma parte importante ter jogadores com qualidade. Temos 90% do nosso elenco formado, as prospecções que poderão vir serão do nível da qualidade dos que estão aqui para que a gente possa cumprir a maratona de competições que teremos no ano que vem", afirmou Roger Machado, que traça o objetivo para o ano que vem.

"É levar o nome do Palmeiras ao ponto mais alto possível. Começamos o planejamento cedo, definido pré-temporada, grupo de trabalho e jogadores que vão vir de empréstimo, para definir se eles ficam ou não", comentou Roger na apresentação desta quarta-feira (29).

O interesse no treinador é antigo, segundo o presidente Mauricio Galiotte. Antes de o treinador falar pela primeira vez como palmeirense, o dirigente explicou os motivos que levaram o Palmeiras, clube com maior potencial de investimento do país, apostar no antigo treinador de Atlético-MG e Grêmio. Galiotte ainda entregou uma camisa com o número 6, usado por Roger durante a maior parte da carreira como atleta.

"Um período atrás, chegamos a pensar na contratação do Roger, mas ele estava comprometido com outro time (Atlético-MG). Novamente, tivemos o nome do Roger como destaque, como profissional que mais se identifica com o que estamos procurando. Ele tem características que convergem com tudo o que estamos planejando", afirmou o presidente Mauricio Galiotte, antes de exemplificar qual característica do treinador que chamou a atenção.

"O Roger trabalha com as categorias de base, que é o que queremos. É um profissional que desenha o time taticamente de maneira organizada, reúne todas as condições que precisamos para o momento. O Roger estamos contratando a 50 dias do início da primeira competição, período que estamos fazendo plano de trabalho. Temos certeza que é fundamental a participação do treinador neste momento, por isso também nos antecipamos e fizemos a contratação", acrescentou o presidente.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA