Rodrigo deu uma dedada nas nádegas do adversário
dedada

Vanderlei Pereira, presidente da Ponte Preta, fez um pronunciamento após o fim do jogo contra o Vitória. Ele comentou sobre a queda do time de Campinas para a Série B do futebol brasileiro e reclamou bastante do zagueiro Rodrigo, que foi expulso no primeiro tempo. Ele deu uma dedada nas nádegas de um adversário e recebeu cartão vermelho.

"Tínhamos condições de permanecer. Hoje era um jogo tranquilo, faríamos até mais gols. Mas tivemos uma expulsão infantil. Não adianta pensar na parte técnica ou da diretoria. É o jogador dentro do campo. A expulsão do Rodrigo foi muito infantil. Para que fazer aquilo no atacante do Vitória?", disparou Vanderlei.

Ele também criticou torcedores da Ponte Preta que invadiram o campo, o que causou encerramento da partida antes do previsto: "não concordo com o ato que vai rodar mundo afora. Todo mundo está com nervos a flor da pele. Ninguém gostaria que caísse. Mas não justifica atos de vandalismo. Poderia causar morte ou ferimento. As crianças vão ficar traumatizadas. São torcedores que podíamos ter no futuro, mas não teremos. A torcida poderia sair xingando, mas vandalismo não", reclamou.

O presidente também disse que só vai anunciar decisões sobre a temporada de 2018 a partir do dia 3 de dezembro, quando a Ponte fará a última partida pelo Campeonato Brasileiro de 2017. O jogo será contra o Vasco, em São Januário.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA