Emiliano Vecchio. (Foto: Ivan Storti/Santos)
vecchio

Se não bastasse o afastamento do meia Lucas Lima, que não defende mais o Santos e deve se transferir para o Palmeiras, o clube paulista ainda pode perder o jogador que é considerado o principal substituto do camisa 10: o meia Emiliano Vecchio. O UOL Esporte apurou que o argentino está na mira do Atlético Nacional, da Colômbia, e do Colo-Colo, do Chile.

Os representantes de Vecchio já foram consultados sobre a possibilidade do atleta deixar o Santos, mas nenhuma proposta foi realizada -nem para o jogador e nem para o alvinegro praiano.

O Santos está acostumado a negociar com Atlético Nacional, da Colômbia, pois o empresário Luiz Taveira, ligado ao presidente Modesto Roma e que até representa o clube paulista em viagens, possui relacionamento estreito com o clube do país vizinho. O agente foi o responsável por intermediar a contratação de Jonathan Copete, que pertencia ao Nacional. Por conta disso, ele poderia facilitar a saída de Vecchio mesmo não sendo o agente do jogador.

Já o Colo-Colo conhece bem Vecchio. O atleta atuou na equipe chilena entre 2013 e 2016, período em que marcou 24 gols em 122 jogos. Foi lá o melhor momento da carreira do argentino, revelado pelo Rosário Central.

Vecchio pretende ficar no Santos, mas não esconde dos amigos próximos que pode deixar o clube caso não receba mais oportunidades na equipe em 2018. Neste ano, ele disputou apenas dez jogos no Campeonato Brasileiro, a maioria como reserva. No total, em 2017, o meia jogou 23 partidas, marcou um gol e deu duas assistências.

O jogador ficou afastado nove meses por conta de um desentendimento com o ex-técnico do Santos Dorival Júnior e se arrependeu de não ter deixado o clube nesta temporada.

No início do ano, Vecchio se reuniu com o técnico e pediu para ser liberado, já que havia recebido três propostas -duas do futebol argentino e uma do futebol árabe.

Na conversa, Dorival disse que contava com ele para a temporada 2017. Segundo pessoas ligadas ao jogador, o treinador, inclusive, disse que ele era o substituto imediato de Lucas Lima.

Após a reunião, Vecchio se animou em continuar na Vila Belmiro e tudo estava resolvido, isso até o treinador divulgar a lista de inscritos para o Campeonato Paulista. Dorival preteriu o argentino e, no fim, optou por inscrever até o jovem Matheus Oliveira em seu lugar.

Vecchio teme reviver o drama em 2018 e estará atento, principalmente, nas duas rodadas finais do Campeonato Brasileiro -contra o Flamengo no próximo domingo (26), e diante do Avaí, no dia 3 de dezembro. Caso seja mantido como titular no lugar de Lucas Lima, o argentino entenderá que ele será útil no clube em 2018. Caso contrário, ele deve deixar o clube.

Na rodada passada, Vecchio foi escolhido para atuar na vaga de Lucas Lima e correspondeu. Foi dele o passe para o gol de Copete que garantiu a vitória santista contra o Grêmio por 1 a 0.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA