maraca flu

Atolado em dívidas que giram na casa dos R$ 430 milhões, segundo o próprio balanço do clube, o Fluminense sofre para honrar os seus compromissos presentes.

O último credor a bater a porta do time foi a concessionária Maracanã S.A, que cobra R$ 600 mil em aluguéis ainda não quitados referentes a seis jogos do Campeonato Brasileiro. Para atuar no local, o Flu paga R$ 100 mil fixos previstos em contrato.

No último dia 9 de novembro, o clube foi notificado extrajudicialmente pela empresa, que também luta para equilibrar suas finanças desde que o contrato de concessão inicialmente assinado com o Governo do Estado do Rio de Janeiro foi alterado, o que inviabilizou o negócio.

Na quarta-feira 922), Mauro Darzé, presidente da Maracanã S.A, esteve na sede do Fluminense. No encontro, o executivo recebeu de integrantes da direção tricolor a promessa de que o pagamento seria efetuado em duas parcelas: uma na segunda-feira (27), e a outra em dezembro. Se o débito não for equacionado, o clube poderá ser acionado judicialmente pela administradora do complexo.

O Fluminense tem feito um enorme esforço para encher o estádio em seus jogos. Apesar das frequentes promoções e reduções nos valores dos ingressos, a torcida não tem respondido como o clube esperava. Em 16 partidas disputadas, os tricolores deixaram o Maracanã com uma conta negativa de cerca de R$ 2,7 milhões. Por meio de suas assessorias de imprensa, Fluminense e Maracanã S.A informaram que não falariam sobre o assunto.

O time voltará ao estádio no próximo sábado (25), quando enfrentará o Sport às 17h. Com a manutenção na Série A já garantida e mesmo com bilhetes que custam R$ 30 (inteira), a expectativa é de público baixíssimo na despedida do time de sua casa na atual temporada.

As dificuldades financeiras no ano foram uma constante no Tricolor, e atrasos de salários foram um filme repetido para o elenco. A situação deve melhorar um pouquinho quando os recursos ainda devidos pelas vendas de Richarlison e Wendel entrarem nos cofres do Fluminense.

Na véspera da partida contra a equipe pernambucana, o técnico Abel Braga comanda o último treino para ajustar o time que vai a campo contra o adversário. Na 14ª colocação, o time ainda mira uma vaga na Copa Sul-Americana de 2018.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA