ilha retiro

Antes do início da partida deste domingo (19), torcedores do Sport recorreram a uma antiga superstição para tentar afastar a má fase. Espalharam sal grosso pelas arquibancadas da Ilha do Retiro, em Recife. Parece que deu certo. O time rubro-negro venceu o Bahia por 1 a 0, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, e se manteve vivo na luta contra o rebaixamento.

O Sport ainda pode colocar, na conta da simpatia, a quebra de um tabu. O clube não vencia uma partida pelo Nacional há oito rodadas, após cinco derrotas e três empates. A equipe tem o pior desempenho de toda segunda fase do torneio e só havia, até então, obtido uma vitória no returno.

O time de Recife chegou a 39 pontos, o mesmo número que a Ponte Preta, 17ª colocada, o clube que fecha a zona da degola.

Com o resultado, o Bahia, por sua vez, vê o sonho de buscar a vaga na Libertadores ficar um pouco mais distante. Após seis partidas sem perder, o time de Salvador volta a ter um revés. Estacionou nos 49 pontos na tabela, perdeu a nona colocação e ficou de fora das posições de classificação para o torneio continental.

SPORT

Magrão; Raul Prata, Henríquez, Durval e Sander; Anselmo, Patrick e Wesley; Marquinhos (Rogério), Mena (Rithely) e André. T.: Daniel Paulista

BAHIA

Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Edson, Juninho (Vinícius), Allione (Régis), Zé Rafael (Hernane); Mendoza e Edigar Junio
T.: Paulo C. Carpegiani

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Diego Carvalho Silva (RJ)

Público - 14.697 pagantes

Renda: R$ 64.253,00

Cartões amarelos: Henríquez (Sport), Durval (Sport), Eduardo (Bahia), Sander (Sport), Régis (Bahia), André (Sport), Juninho Capixaba (Bahia)

Gol: Marquinhos (Sport), aos 40 minutos do primeiro tempo

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA