Guilherme Arana. (Foto: Agência Corinthians)
arana

Logo após a vitória por 3 a 1 contra o Fluminense, que garantiu o sétimo título brasileiro ao Corinthians, Guilherme Arana não fez mistério e deixou claro que está prestes a se transferir para o Sevilla, da Espanha.

"Estou muito feliz, emocionado de alegria. Três títulos com essa camisa com apenas 20 anos. Não sei se vou estar aqui ano que vem, por isso me emociono mais ainda. Vou fazer minha vida, ir para a Europa. Tudo indica que sim.

Ainda não assinei nada, mas tem a possibilidade de ir para a Espanha, tem a oportunidade de ir para o Sevilla, mas tenho que agradecer a oportunidade", disse o lateral esquerdo ainda no gramado do Itaquerão.

Só que o torcedor não precisa só ter preocupações para o próximo ano. Na mesma festa, Jô e Pablo, outros titulares sem permanência garantida, falaram em ficar.

"Foi a minha temporada. Foi a melhor. Consegui focar no meu trabalho, desempenhar todas as funções. Quero alçar coisas maiores. Agora quero a Libertadores ano que vem. Agora vamos entrar de férias. Vou ficar para a Libertadores.

Tenho contrato. Amo esse clube de paixão. Tenho que só continuar vivendo o meu trabalho", disse Jô, que era apontado como uma das possíveis dores de cabeça do Corinthians para o mercado da bola.

"A conversa que tivemos essa semana foi muito boa. A chance é muito grande. É difícil falar isso. Não tenho como cravar isso agora, mas a chance é enorme [de ficar]. Vai dar tudo certo", disse o zagueiro Pablo, que desde o meio do ano trava uma dura negociação com o Corinthians e o Bordeaux, da França, que detém seus direitos econômicos e o emprestou ao clube paulista.

As falas dos dois titulares, ainda que não sejam definitivas, servem de alívio para o torcedor corintiano. Em 2015, ano do último título brasileiro, o planejamento para o ano seguinte foi prejudicado por uma debandada do time campeão com Jadson, Renato Augusto, Gil e companhia. Agora, a expectativa é que o Corinthians consiga manter ao menos a maioria dos destaques do hepta para a disputa da Libertadores em 2018.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA