Técnico Guto Ferreira
guto ferreira

Guto Ferreira não é mais técnico do Internacional. O treinador foi demitido em uma reunião com o vice de futebol Roberto Melo e o presidente Marcelo Medeiros, após o empate por 1 a 1 com o Vila Nova-GO, neste sábado (11), no Beira-Rio. O auxiliar Odair Hellmann comandará o time até o fim do ano.

O Inter precisava apenas de uma vitória contra o Vila Nova para confirmar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Mais de 33.000 torcedores foram ao Beira-Rio para assistir à partida.

Com o empate, o clube não só adiou o retorno à primeira divisão como também perdeu a liderança da Série B para o América-MG, que venceu o Figueirense por 2 a 1, fora de casa. Os mineiros chegaram aos 66 pontos e confirmaram o retorno à Série A, enquanto os gaúchos estão em segundo lugar, com 64 pontos.

"Estamos trocando o comando técnico não só pelos resultados, mas pelo desempenho da equipe. Entendemos que o comando técnico não vinha conseguindo passar a mensagem do que era desejado", disse Roberto Melo.

"Precisamos achar uma maneira de jogar futebol. Não queremos colocar a culpa toda no treinador, todos têm suas responsabilidade. Os jogadores também têm. É sofrido", afirmou o vice.

Tão logo o anúncio foi feito, a torcida do Inter presente no pátio do Beira-Rio comemorou. Foram gritos de vibração que tomaram conta do estádio, antes pautado por protestos, xingamentos e brigas.

A atitude do Inter contraria o discurso anterior da diretoria, que pretendia manter Guto Ferreira em 2018. Mas é ágil ao evitar uma multa rescisória ainda maior. O contrato do treinador, tão logo o time vermelho subisse para Série A, seria ampliado por mais um ano, com multa perto de R$ 1 milhão. Rescindido antes do acesso, a multa é baseada em um mês de salário.

Guto Ferreira encerra a passagem pelo Inter com 33 jogos. Foram 17 vitórias, nove empates e sete derrotas, o que equivale a um aproveitamento de 58,5%. A equipe marcou 46 gols e sofreu 28 neste período.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA