Foto: Reprodução Facebook
botafogo foto facebook
Após fazer a pior partida da temporada, segundo o técnico Jair Ventura, o Botafogo se recuperou da derrota para o Fluminense e venceu o Sport por 2 a 0 nesta quarta-feira (8), na Ilha do Retiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time alvinegro fez dois gols num intervalo de quatro minutos. O primeiro deles saiu após falha de Magrão, que errou drible e viu Bruno Silva roubar a bola para marcar.

O resultado deixa o Botafogo em boas condições na briga por uma vaga na próxima Libertadores. O clube carioca chegou aos 51 pontos e se mantém na sexta posição. O time volta a campo no sábado (11), quando receberá o Atlético-PR, no Nilton Santos.

Já o Sport se vê cada vez mais desesperado na luta contra o rebaixamento. Os pernambucanos estão na 17ª posição, com 36 pontos, e se preparam para enfrentar o lanterna da competição, o Atlético-GO, no domingo (12), em Goiânia.

Em situação delicada, o Sport aproveitou a empolgação inicial para pressionar o Botafogo -e a tática quase deu certo. Rithely ganhou no jogo aéreo e só não abriu o placar porque Victor Luis tirou em cima da linha. Na sequência, Gatito ainda fez defesa em rebote de Patrick.

Já aos 14 minutos, o goleiro do Sport falhou e permitiu que o Botafogo fizesse 1 a 0. O segundo tento botafoguense ocorreu em seguida, no segundo ataque do time na partida. Marcos Vinicius fez bela jogada individual e, mesmo cercado por cinco adversários, chutou de fora da área para fazer.

Logo após o segundo gol, veio um fato inusitado. Vaiado pela torcida por ter falhado na marcação de Marcos Vinicius, o volante Wesley acabou substituído, aos 23 minutos da etapa inicial. O jogador havia sido contratado pelo Sport no meio da competição a pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, já demitido.

Na segunda etapa, o Sport também exerceu forte pressão nos minutos iniciais. Se Victor Luis impediu o gol de Rithely no tempo inicial, foi a vez de Gatito evitar o grito de gol dos donos da casa. Samuel Xavier foi até a linha de fundo e tentou surpreender chutando direto. O paraguaio, no entanto, conseguiu fazer boa defesa.

Aos 17 minutos, um erro da arbitragem prejudicou o Botafogo. Marcos Vinícius lançou Guilherme e Pimpão. O segundo estava em posição legal, mas o primeiro não. Apesar de ter ameaçado ir na bola, ele desistiu do lance, mas o auxiliar marcou o inexistente impedimento.

Com o revés no placar, os rubro-negros começaram a deixar o estádio aos 35 minutos do segundo tempo, quando a partida estava 2 a 0. Os que ficaram protestaram contra a diretoria.

Já na base do desespero, o Sport conseguiu fazer o seu gol. Aos 40 minutos, a zaga do Botafogo bateu cabeça e a bola sobrou para André, que descontou para os mandantes.

SPORT
Magrão; Samuel Xavier (Thomás), Osvaldo Henriques, Durval e Sander; Patrick, Wesley (Marquinhos) e Rithely; Osvaldo, Rogério (Lênis) e André. T.: Daniel Paulista

BOTAFOGO
Gatito; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Matheus Fernandes), João Paulo (Gilson), Bruno Silva e Marcus Vinicius. Pimpão e Brenner (Guilherme). T.: Jair Ventura

Estádio: Ilha do Retiro, em Recife
Juiz: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Cartões amarelo: Osvaldo Henriquez, Durval (SPT); Igor Rabello, João Paulo, Matheus Fernandes e Arnaldo (BOT)
Gols: Bruno Silva (BOT), aos 14 minutos, e Marcos Vinícius (BOT), aos 18 minutos do primeiro tempo; André (SPT), aos 40 minutos do segundo tempo

Leia Mais:

Flamengo bate Cruzeiro e alivia pressão após série ruim no Brasileiro

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA