Atlético-MG. (Foto: Facebook Oficial)
atletico mg facebook

Pela segunda vez seguida, o Atlético-MG perdeu uma boa oportunidade de encostar no atual G-7 que leva à próxima Copa Libertadores. Depois de empatar sem gols contra o Botafogo, adversário direto na briga, o Galo saiu derrotado por 3 a 1 para o Santos. O técnico Oswaldo de Oliveira afirma que ainda não jogou a toalha e já trabalha com os jogadores para evoluir no próximo jogo.

"Não é, não (momento de jogar a toalha). Já falei com os jogadores, vamos seguir firme, são seis jogos, 18 pontos, não podemos nos desestimular. Temos um objetivo, vamos correr atrás e trabalhar mais duro para desfazer o que houve de errado. Quando tivermos circunstâncias favoráveis, vamos converter em gol para conseguir a vitória", comentou o treinador após o jogo.

Com os resultados da rodada, o time mineiro caiu para a 12ª colocação e já vai precisar de pelo menos dois jogos para alcançar o G-7, considerando uma combinação de resultados dos cinco times à sua frente, antes dos últimos quatro compromissos. Neste momento, o Atlético tem 42 pontos e vê o Flamengo, atual sétimo colocado, com 47. Porém, até chegar ao time carioca, o Galo ainda terá que ultrapassar o Atlético-PR, Bahia, São Paulo e Vasco.

Agora, a equipe alvinegra terá a chance de se reabilitar em casa e tentar se reaproximar da zona da Libertadores. Na quinta-feira (9), o Galo recebe o Atlético-GO no Independência. Depois de pegar o xará goianiense, o Atlético ainda terá mais cinco clubes. Dois deles estão mais focados em sair do rebaixamento: Bahia e Coritiba. Já os outros três estão diretamente ligados na briga pela Libertadores ou pelo título, casos de Vasco, Corinthians e Grêmio. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA