A Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) divulgou, nesta quarta-feira (25), o quadro de medalhas oficial da 1ª fase dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), realizado em Goiás. Os donos da casa, que contam com sua maior delegação nos 65 anos de história dos jogos – 191 atletas -, vêm fazendo um bom papel. Os goianos ocupam a 6ª colocação, com 9 ouros, 7 pratas e 5 bronzes, totalizando 21 medalhas.

Goiás é representado no JUBs pelas instituições: UFG, UEG, PUC, Unicamps, Universo, Unievangélica, Estádio de Sá, Unopar e Fama. O paradesporto goiano foi o destaque da 1ª fase ao faturar 8 dos 9 ouros. As medalhas douradas (veja quadro abaixo) foram conquistadas no tae kwon do (1), no atletismo paradesportivo (4), no tênis de mesa paradesportivo (1), na natação paradesportiva (3).

Esclarecimento
A CBDU não costuma divulgar o quadro de medalhas do JUBs, pois, ao fim de cada temporada, as instituições com melhores desempenhos disputam o Troféu Eficiência. Entretanto, houve divulgação de um quadro de medalhas não-oficial por parte da imprensa, passando informações incorretas sobre a posição dos estados e a quantidade de medalhas de cada um.

Assim, a CBDU, que preza pelo direito à informação transparente e correta, se viu no dever de divulgar o quadro com informações oficiais sobre o ranking da 1ª fase do JUBs Goiás, que terminou domingo (22). A competição segue em sua 2ª fase, com disputas dos esportes coletivos. Ao final dos jogos, no sábado (28), a CBDU divulgará o quadro final de medalhas do evento.

 

Troféu Eficiência
Ao final de cada temporada, a CBDU promove a festa Melhores do Ano, um evento de confraternização, na qual é entregue o Troféu Eficiência às Instituições de Ensino Superior (IES) e às Federações Universitárias Estaduais (FUEs) melhores classificadas nas competições promovidas pela entidade.

Realizado desde 2009, o Troféu Eficiência atua como forma de incentivo para uma maior participação das FUEs e IES nos eventos promovidos pela CBDU, além de proporcionar um aumento quantitativo e qualitativo das competições dentro do calendário anual. Na celebração, são premiadas as cinco melhores colocadas no ano em cada uma das modalidades – FUEs e IES.

São Paulo em 1º
São Paulo lidera a corrida pelas medalhas com folga. Com 69 ouros, 30 pratas e 23 bronzes, as universidades paulistas conquistaram 122 medalhas.

Santa Catarina, que vem em 2º lugar no quadro, tem um terço das medalhas dos paulistas. Os 39 pódios dos catarinenses proporcionaram 15 ouros, 14 pratas e 10 bronzes. O Paraná vem na cola dos vizinhos, com 15 ouros, 7 pratas e 15 bronzes, totalizando 37 medalhas.

MEDALHAS DE OURO DE GOIÁS

ATLETISMO PARADESPORTIVO
Geovana Ramos (UEG): 100 metros e 200m rasos – T37 (paralisia cerebral).
Haryelle Santo (UFG):  100 metros e 200m rasos – T47 (limitação nos membros superiores).

TÊNIS DE MESA PARADESPORTIVO
Milena França (UFG)

NATAÇÃO PARADESPORTIVA
Tafnes Silveira (UFG): 50 metros livre, 50m peito e 100m peito.

TAE KWON DO
Lucas Vieira Martins (Unopar): categoria até 68kg.

 

 (Por Sérgio Lessa – Ares Comunicação)

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA