zagueiro pai de jogador menores

No último sábado (21) foi realizada a 4ª rodada do Campeonato Goiano de Futebol 7, Categorias Menores. Dentre os jogos que foram transmitidos pela TV Diário de Goiás, podemos destacar o confronto entre Goiás e Ong + Ação, na categoria sub 11. Dentro de campo o time esmeraldino saiu vencedor, pelo placar de 6 a 2.

Além do resultado, outro fato também chamou a atenção durante o jogo. Em meio aos pais que incentivavam seus filhos na arquibancada havia um rosto conhecido. Neto Gaúcho, ex-zagueiro do Vila Nova, apoiava o filho Henrique, que hoje joga no sub-11 do Goiás.

Ao final do jogo, o pai falou sobre como é acompanhar o filho nos jogos.“É muito bacana ver um sonho nascendo, eu já tive essa experiência, já passei por isso na idade dele, talvez até com menos oportunidades. Mas é muito legal, eu digo que enquanto ele gostar de jogar bola, enquanto ele tiver esse sonho, que ele lute para alimentar isso”, disse Neto Gaúcho

Como diz o ditado, Filho de peixe, peixinho é. Sendo assim, filho de zagueiro, zagueirinho é,  pelo menos por enquanto. Isso porque o garoto Henrique que hoje joga na zaga do time sub-11 do Goiás tem o sonho de atuar um pouco mais avançado, como um meia goleador.

“Antes, na escolhinha eu era meia, aí quando subi para pré-equipe estavam precisando de zagueiro, comecei a jogar lá atrás e fiquei. Mas quando tiver a oportunidade, eu quero jogar um pouco mais na frente e fazer gols”, disse Henrique, que mesmo jogando atrás foi responsável por um dos gols esmeraldinos na vitória por 6 a 2.

Para finalizar, o pai de Henrique ainda falou sobre a importância do Campeonato Goiano de Futebol 7, categorias menores.“Eu acho fundamental um projeto como esse, até por conta do engajamento social. Ter várias crianças aqui reunidas, praticando esportes, trazendo a família junto, a sociedade ganha muito com tudo isso. Lógico que a maioria dos garotos tem o sonho de virar jogador profissional, mas o objetivo principal do torneio é mesmo essa integração social. Se daqui alguns anos, bons jogadores saírem daqui, acredito que seria a cereja do bolo”, declarou Neto.

Leia mais:

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA