Réver comemorando / Foto: Marcio Alves
rever flamengo foto marcio alves

A meta do Flamengo é terminar o Brasileiro com uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores, e o primeiro passo foi dado nesta quinta-feira (19), na Ilha do Urubu. Com gols de Réver e de Diego, o time rubro-negro goleou o Bahia por 4 a 1 -Mendoza fez o tento de honra.

O Flamengo passou boa parte do primeiro tempo na tentativa de se organizar em campo. O time apostou claramente nas jogadas pela ponta, principalmente pelo lado direito, com a velocidade de Berrío.

Algumas bolas foram levantadas na área, mas nenhuma com perigo. O Bahia, com um pouco mais defensiva, espera as oportunidades e chegou com perigo aos 22 minutos em um contra-ataque. A defesa bateu cabeça na marcação e Zé Rafael chutou forte. O goleiro Diego Alves fez boa defesa e a zaga afastou no rebote.

Ainda na expectativa de se encontrar em campo, o Flamengo decidiu arriscar. Aos 28 minutos, Diego acertou arremate de fora da área. Um dos destaques do Bahia no Brasileirão, o goleiro Jean fez bela defesa de mão trocada.

Um minuto depois, o Bahia teve uma chance claríssima para sair na frente do placar. Mendoza puxou contra-ataque e colocou Vinícius em ótima condição. Cara a cara, ele chutou em cima de Diego Alves.

Na sequência, o jogador sentiu um problema físico, ainda tentou ficar em campo, mas não conseguiu. Régis entrou em seu lugar.

Logo no começo da segunda etapa, o Flamengo voltou um pouco mais incisivo na busca pela vitória. Depois de um belo chute de Diego, que Jean espalmou para escanteio, veio o primeiro gol rubro-negro, aos 5 minutos.

Everton e Diego se juntaram para uma cobrança rápida. A bola foi levantada na área, desviou em Guerrero e sobrou para Réver estufar a rede com uma bomba.

Personagem do Flamengo em 2013, Hernane entrou no lugar de Edigar Junio e foi responsável direito pelo gol de empate do Bahia. O atacante sofreu pênalti de Juan. Mendoza não deu chances ao goleiro Diego Alves em uma cobrança firme aos 23 minutos da etapa final.

Quando parecia mais perdido no jogo, o Flamengo conseguiu um gol importante aos 31 minutos. Depois de escanteio cobrado, Réver subiu no terceiro andar e acertou o ângulo de Jean. O torcedor respirou a partir dali.

Já vaiado por parte da torcida em alguns lances, o meia Diego saiu nos braços da galera da Ilha do Urubu. Aos 39 minutos, voltou a balançar as redes em cobrança de pênalti desde o erro na decisão da Copa do Brasil contra o

Cruzeiro. Dois minutos depois, fechou o placar com um belo gol.

O placar ficou elástico para o que foi a partida, mas o torcedor do Flamengo nem quis saber disso e deixou o estádio com muita festa.

O time carioca foi aos 46 pontos e subiu para o 6º lugar. A distância para o Cruzeiro, que já tem a vaga garantida por ter conquistado a Copa do Brasil e está na 5ª posição, ficou em apenas um ponto.

O Bahia, por sua vez, freou a reação e estacionou nos 35 pontos, ocupando a 13ª colocação. No domingo (22), as equipes voltam a campo às 17h. O Flamengo visita o São Paulo, no Pacaembu. O time baiano tem pela frente o clássico contra o Vitória, na Fonte Nova.

FLAMENGO
Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego (Romulo); Berrío (Everton Ribeiro), Everton e Guerrero (Lucas Paquetá). T.: Reinaldo Rueda

BAHIA
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Edson e Renê Júnior; Zé Rafael (Allione), Vinícius (Régis) e Mendoza; Edigar Junio (Hernane). T.: Paulo Cézar Carpegiani

Estádio: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro
Juiz: Marcelo Aparecidode Souza (SP)
Cartões amarelos: Willian Arão, Guerrero, Diego, Everton Ribeiro e Juan (FLA); Juninho Capixaba, Renê Júnior e Eduardo (BAH)
Gols: Réver (FLA), aos 5 minutos e aos 31 minutos, Mendoza (BAH), aos 23 minutos, e Diego (FLA), aos 39 minutos do segundo tempo

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA