O Flamengo entrou com um recurso no STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar reverter decisão de abril da Corte que declarou o Sport o único campeão brasileiro de 1987, encerrando 30 anos de disputa judicial.

Por 3 votos a 1, a maioria da Primeira Turma do STF entendeu que a primeira decisão proferida pela Justiça de Pernambuco, que deu o título ao Sport, transitou em julgado e não poderia ser modificada. No acórdão, ficou estabelecido que o time pernambucano seria o único campeão. As informações são da Agência Brasil.

Contra essa decisão, os advogados do Flamengo entraram, na quarta (18), com os chamados embargos de declaração, tipo de recurso que, a princípio, poderia somente esclarecer obscuridades e omissões, mas não modificar o resultado final do julgamento.

O time carioca, no entanto, busca rever todo o desfecho da questão no STF, argumentando que houve um equívoco desde o início no julgamento, pois a decisão da Justiça pernambucana garantiria, de fato, o título ao Sport, mas não sua exclusividade, podendo a taça ser compartilhada com o Flamengo sem que nenhuma decisão judicial fosse infringida.

O recurso foi direcionado ao relator do caso, ministro Marco Aurélio Mello, também presidente da Primeira Turma e autor do primeiro voto contra o Flamengo, apesar de ter ressaltado, durante o julgamento, ser rubro-negro.

O título do Campeonato Brasileiro de 1987 sairia de um quadrangular entre os campeões do módulo verde e do módulo amarelo. Vencedor do módulo verde, o Flamengo se recusou a jogar contra o Sport, primeiro colocado do módulo amarelo.

Com isso, o time recifense foi declarado campeão pela CBF pela campanha no torneio. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA