cuca palmeiras 2

O frustrante empate com o Bahia nesta quinta-feira (12), por 2 a 2, pela 27ª rodada do Brasileiro resultou na demissão do treinador Cuca pelo Palmeiras, cinco meses depois de seu retorno.

Campeão nacional no ano passado, Cuca se desligou do clube ao final da temporada, alegando questões particulares. Em maio, voltou para substituir Eduardo Baptista.

O Palmeiras ocupa a quinta colocação do Brasileiro, agora a 14 pontos do líder Corinthians, depois de ensaiar uma reação e até falar em tentar alcançar o rival na tabela.

Mais que o rendimento aquém do esperado pelo campeonato nacional, pesou mais para seu desligamento a eliminação precoce pela Copa Libertadores.

O torneio continental era o grande objetivo do clube na temporada, e o Palmeiras caiu nas oitavas de final, perdendo para o Barcelona de Guayaquil em disputa de pênaltis no Allianz Parque.

O aproveitamento do treinador neste ano foi de 54% em 34 partidas, com 16 vitórias, 7 empates e 11 derrotas. Em comparação, em 2016, o rendimento foi de 64% em 51 partidas, com 29 triunfos, 11 empates e 11 reveses.

Nesta quinta, no Pacaembu, a equipe chegou a abrir 2 a 0 contra o Bahia, equipe ameaçada pelo rebaixamento, mas cedeu o empate.

Ao final da partida, Cuca afirmou que restava ao elenco se concentrar na partida contra o Atlético-GO deste domingo (15), fora de casa. Caberá ao auxiliar Alberto Valentim instruir os jogadores neste duelo.

"Tem que jogar o jogo de domingo, pensar só nisso e nada mais. Não adianta pensar em dez, 11 partidas, é uma a uma. Tem de mobilizar, ter força, grandeza, recuperação. Jogar em time grande tem de estar pronto para outro embate", afirmou o agora ex-treinador.

Pela 26ª rodada, o Palmeiras já havia perdido para o Santos em casa, por 1 a 0.

Em nota oficial, o clube divulgou afirmou que a saída ocorreu após acordo com o treinador:

"Ficou decidido, em comum acordo, pelo encerramento deste ciclo do profissional no Verdão. O treinador Cuca fará um pronunciamento nesta sexta-feira (13), às 14h30, na Academia de Futebol. No sábado (14), o presidente

Maurício Galiotte concederá entrevista coletiva, também na Academia, às 11h30. A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece ao técnico Cuca pelos serviços prestados e deseja sorte no prosseguimento da carreira", afirmou o clube.

Em breve pronunciamento, Cuca destacou que o time está posicionado na zona de classificação para a Libertadores de 2018, mas admitiu que não tem rendido de acordo com seu potencial. diz que espera voltar ao clube no futuro, com a oportunidade de montar uma equipe:

"Nesse tempo que passei, nessa segunda vez eu tentei ao máximo ajudar o clube de todas as formas, me doando ao máximo, infelizmente o máximo não foi capaz de fazer o Palmeiras ter êxito na Copa do Brasil e libertadores.

Ficou assim. Apesar de estarmos classificados diretamente a uma Libertadores hoje, acho que o Palmeiras pode mais e tenho certeza que os jogadores vão se classificar. O topo ainda é possível, se trata de um time bom. Agradeço o empenho comigo e em nenhum jogo podemos dizer que teve má vontade ou deixou de lutar. Meu agradecimento ao presidente, Alexandre [Mattos, diretor de futebol], jogadores. Infelizmente não fui bem como ano passado. Eu vim abortando projetos da minha vida para ajudar ao Palmeiras e todos os torcedores, de quem gosto muito. Conversamos e entendemos que era melhor encerrar o ciclo. Meu agradecimento a todos. A gente se vê no futuro. Quem sabe um dia eu possa voltar e fazer um trabalho tão bom como ano passado e montar uma equipe, que é o que gosto", disse o treinador. (Folhapress)

Leia mais:

 

 

 

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA