neymar jr

De acordo com reportagem do jornal espanhol "Mundo Deportivo", não houve acordo entre o Barcelona e representantes de Neymar em ato de conciliação realizado nessa segunda-feira (2) em tribunal da cidade catalã. Com isso, o clube vai seguir adiante com seu processo contra o atacante do Paris Saint-Germain, que está a serviço da seleção brasileira.

Neymar foi vendido para o PSG na janela de transferências do futebol europeu por 222 milhões de euros (R$ 822,1 milhões, na cotação atual), recorde na história do futebol mundial. A saída do brasileiro fez com que o Barcelona entrasse com ação trabalhista contra o jogador.

O clube catalão cobra de volta parte da cláusula de renovação com Neymar por acreditar que foi vítima de descumprimento de contrato. Assim, o Barça requere 8,5 milhões de euros (R$ 31,9 milhões), mais 10% adicionais de juros.

Quatro dias após ser alvo da ação, Neymar apresentou à Fifa processo contra o ex-clube, exigindo a segunda parte do prêmio de renovação por seu último contrato com o Barcelona. Os catalães depositaram o valor em juízo esperando o desfecho do imbróglio. Com a falta de acordo no ato de conciliação, o atacante vai manter a ação.

Sem poder comparecer ao ato de conciliação por estar a serviço da seleção brasileira, Neymar foi representado por seus advogados. O PSG fez o mesmo e enviou ao tribunal de Barcelona Juan de Dios Crespo, renomado profissional valenciano, o mesmo que tentou depositar a cláusula de rescisão do jogador em La Liga e que depois negociou o pagamento para o clube catalão.

Leia mais sobre:

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA