São Paulo x Corinthians. (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
arbitragem sp

Pela segunda vez neste Campeonato Brasileiro, o São Paulo deve acionar a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para reclamar da arbitragem. Os tricolores agora preparam uma representação contra o quinteto comandado por Wagner do Nascimento Magalhães, responsável por apitar o clássico com o Corinthians no último domingo, no Morumbi. O clube reclama de, ao menos, três lances do empate em 1 a 1.

O principal deles é o do gol marcado por Militão e anulado por Magalhães. O árbitro apontou falta de ataque de Lucas Pratto no goleiro Cássio, que não conseguiu cortar cobrança de escanteio de Hernanes. Os são-paulinos têm imagens que mostram que Pratto foi deslocado pelo corintiano Pablo na direção do arqueiro, que tromba com o centroavante antes mesmo de tentar saltar e socar a bola. Também com Pablo, alegam que o defensor usou o braço dentro da área para conter um ataque da equipe de Dorival Júnior.

Também há reclamação sobre um suposto recuo de Pablo em que Cássio pega a bola com as mãos e um pisão de Maycon em Petros quando o jogo já estava parado. O São Paulo lembra, para efeito de comparação, que o árbitro apresentou cartão amarelo para Lucas Fernandes mesmo após ter ignorado falta do meia em Gabriel, mas porque o próprio são-paulino acusou ter acertado o rival com um pisão em dividida.

A primeira reclamação formal do São Paulo contra a arbitragem foi enviada à CBF depois da 18ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, Péricles Bassols foi muito criticado, principalmente por pênalti duvidoso marcado para os paranaenses, em disputa entre o lateral-direito Bruno e o atacante Rildo.

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA