Treinamento na CBF com profissionais de arbitragem
cbf video

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) definiu que o árbitro de vídeo será utilizado em todos os jogos da Série A do Campeonato Brasileiro. A entidade, porém, não sabe quando conseguirá implementar a medida.

A utilização do recurso nas dez partidas de cada rodada era vista com ressalvas pela entidade em razão das estruturas de alguns estádios que são palcos da competição. O artigo 75 do regulamento geral de competições, inclusive, permitia que o sistema fosse adotado sem a necessidade de ser implementado em todos os confrontos.

"A CBF não está obrigada a utilizar a tecnologia da arbitragem em todos os jogos da mesma competição ou da mesma rodada, na medida que depende de condições técnicas e materiais para fazê-lo", diz o documento.

De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo na última quarta-feira (20), a maioria dos clubes (12) da Série A do Brasileiro era contra a utilização da tecnologia somente em algumas partidas.

Atlético-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Corinthians, Coritiba, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Ponte Preta, Santos, Sport e Vitória estavam entre os descontentes ou reticentes com a possível implementação somente em alguns jogos.

Apenas Chapecoense e Vasco se dizem confortáveis com qualquer que seja a decisão tomada pela CBF, enquanto Bahia, Cruzeiro e Flamengo aguardavam detalhes por parte da confederação. Já Botafogo e São Paulo não se manifestaram.

A decisão da implementação do árbitro de vídeo em todas as partidas foi um dos motivos que fez a CBF não aderir a nova tecnologia na rodada deste final do Brasileiro.

Na segunda-feira (18), o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, cobrou que o sistema fosse utilizado o "quanto antes", enquanto o chefe da comissão de arbitragem, o Coronel Marcos Marinho, previu já para este final de semana.

Del Nero tomou a decisão um dia após o atacante Jô marcar com o braço o gol da vitória do Corinthians sobre o Vasco por 1 a 0, no Itaquerão.

"Até temos árbitros, assistentes para trabalhar em todos os jogos, mas ainda demanda uma série de ajustes técnicos, como equipamentos, recepção de imagens", disse uma pessoa ligada a CBF.

Nesta quinta-feira, a entidade afirmou que nos próximos dias "64 árbitros e árbitros-assistentes passarão por avaliações, treinamentos teóricos e práticos nos moldes do realizado pela Conmebol".

As atividades vão começar na próxima segunda-feira (25) e provavelmente serão realizadas em Águas de Lindóia, interior de São Paulo.

"Desde março do ano passado, todos os cursos e treinamentos promovidos pela comissão de arbitragem da CBF têm o tema "Árbitro de Vídeo" como parte das atividades. Além disso, nós participamos de todos os workshops realizados pela Fifa sobre o AV em Londres, Amsterdã, New Jersey e Zurique. Agora, vamos dar mais um passo para a implantação", explica Manoel Serapião, instrutor da tecnologia.

Na última semana, ele esteve presente em uma série de treinamentos realizados pela Conmebol. Além de Serapião, a CBF esteve representada por Sérgio Correa, que coordena o projeto no país, os árbitros Wilton Sampaio, Sandro Meira Ricci e Anderson Daronco e os assistentes Marcelo Van Gasse e Emerson Augusto de Carvalho.

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA