Treinamento do Atlético Mineiro
galo em santa

O Atlético-MG chega a Florianópolis neste domingo (17) pressionado pela necessidade de arrancar no Campeonato Brasileiro. Ironicamente, o oscilante time mineiro irá enfrentar o embalado Avaí, que deixou a zona de rebaixamento após uma série positiva de três vitórias e dois empates.

A frustração dos atleticanos após quedas nos principais mata-matas e campanha modesta no Brasileiro criaram uma nova obrigação para o time neste restante de temporada: classificação à Taça Libertadores de 2018. O Atlético tem 30 pontos, e o primeiro time no G6 ao final da última rodada era o rival Cruzeiro, com 34.

"É um jogo muito importante, um divisor de águas. Temos que ir lá na Ressacada e buscar uma vitória para colar no G6. São quatro pontos de diferença e temos que buscar uma vitória. Temos que nos concentrar, trabalhar o máximo possível para poder ir lá e conseguir os três pontos", disse o atacante Clayton.

Na partida, o treinador Rogério Micalle terá à disposição sua formação considerada ideal. O time será quase o mesmo que empatou com o Palmeiras no último sábado (9). A única mudança será a entrada do lateral direito Marcos Rocha, que cumpriu suspensão automática, no lugar de Alex Silva.

O Avaí, que poupou alguns jogadores ao longo da semana, também terá força máxima para seguir na briga contra o descenso -o time tem 28 pontos, dois acima do Z4. O técnico Claudinei Oliveira terá a volta do zagueiro Alemão, que fez cirurgia simples no dedo do pé e desfalcou o time na recente vitória contra o Sport.

AVAÍ

Douglas, Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Simião e Pedro Castro; Juan, Joel e Júnior Dutra
T.: Claudinei Oliveira

ATLÉTICO-MG

Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Valdívia, Cazares e Luan; Fred
T.: Rogério Micale

Estádio: Ressacada, em Florianópolis

Horário: 11h deste domingo

Juiz: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA