Botafogo x Santos. (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)
bota e santos

Com a cabeça mais na Copa Libertadores do que no Campeonato Brasileiro, a equipe reserva do Santos perdeu para o Botafogo no Rio por 2 a 0 na noite deste sábado (16).

Há 13 jogos o time não perdia na competição. O revés no Rio é o quinto na competição.

Apenas o goleiro Vanderlei e o atacante Thiago Ribeiro, que atuaram no Equador contra o Barcelona na quarta (13), estiveram entre os titulares no gramado do Nilton Santos.

Desentrosada, a defesa do Santos teve dificuldades para bloquear as jogadas do Botafogo desde o início do jogo.

O meio campo também não conseguiu articular grandes chances de gol durante os 90 minutos.

Vanderlei fez três boas defesas no primeiro tempo, mas aos 41 minutos de jogo Rodrigo Lindoso abriu o placar.

Cruzamento da direita encontrou o jogador do Botafogo livre. Com um chute de primeira, ele acertou no canto esquerdo de Vanderlei.

Três minutos depois, Guilherme ampliou.

Outro cruzamento do lado esquerdo da defesa santista encontrou o atacante livre. A cabeçada entrou novamente no canto esquerdo do gol.

O Botafogo, que também está na disputa da Libertadores, e jogará contra o Grêmio, entrou com um time quase titular.

Apesar da derrota, a torcida do Santos aguarda mesmo é a classificação para a semifinal da Libertadores no jogo da próxima quarta-feira (20).

Todos os ingressos para a partida na Vila Belmiro, contra o Barcelona do Equador, foram vendidos.

Como empatou o primeiro jogo em 1 a 1, empate sem gols, além da vitória, classifica o time.

O Botafogo vai ao Sul brigar pela sua vaga na semifinal. No primeiro jogo da disputa brasileira, no Nilton Santos, a partida terminou 0 a 0.

BOTAFOGO

Gatito Fernandez; Luis Ricardo, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Marcos Vinícius), João Paulo e Leo Valencia; Guilherme (Gilson) e Roger (Brenner). T.: Jair Ventura

SANTOS

Vanderlei, Daniel Guedes, Luiz Felipe, Fabián Noguera e Orinho; Leandro Donizete, Léo Cittadini (Matheus Oliveira), Jean Mota (Vecchio) e Vladimir Hernández; Thiago Ribeiro (Serginho) e Kayke. T.: Levir Culpi

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Auxiliares: Marcio Eustaquio S Santiago e Celso Luiz da Silva (MG)

Renda - R$ 159.210,00

Público - 5.780 pagantes

Cartões amarelos: Guilherme (BOT); Leandro Donizete (SAN)

Gols: Rodrigo Lindoso, aos 41 minutos do primeiro tempo (BOT); Guilherme, aos 44 minutos do primeiro tempo (BOT)

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA