Treinamento do Flamengo. (Foto: Gilvan de Souza)
rueda fla

O Flamengo fechou na manhã desta quarta-feira (6) a preparação para a primeira partida da final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, quinta-feira (7), às 21h45 (de Brasília), no Maracanã. O técnico Reinaldo Rueda testou algumas formações nos últimos dias, mostrou confiança em uma boa performance da equipe e optou pelo mistério nas posições fundamentais da equipe.

O comandante pretende levar até próximo do horário do jogo as opções escolhidas para o gol e o substituto de Paolo Guerrero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com Felipe Vizeu, lesionado, Lucas Paquetá e Vinicius Júnior disputam uma vaga entre os titulares. O colombiano Orlando Berrío também pode desempenhar a função de centroavante.

"Não é fácil com o Vizeu machucado e a ausência do Paolo. Testamos duas possibilidades. Jogar com ou sem centroavante. Estamos preparados. Conversamos com os jogadores e as alternativas são bem próximas do que desejamos. O objetivo é tomar a melhor decisão, mas a solução realmente não é fácil", afirmou.

No gol, Reinaldo Rueda não pode contar com Diego Alves, que chegou depois do fim das inscrições na Copa do Brasil. Alex Muralha ou Thiago são as alternativas.

Depois da semana difícil que passou, o primeiro recebeu elogios do treinador. Ambos, no entanto, treinaram no time titular nas últimas atividades.

"Penso que conversamos bastante sobre a questão dos goleiros. O Muralha é um jogador maduro, inteligente, equilibrado e assumiu a responsabilidade. Ele tem o respaldo da equipe e trabalhou muito bem, não perdeu a alegria. De modo que estamos com essa situação, vocês [jornalistas] terão a informação quando a escalação sair. Não é uma decisão fácil e tem várias arestas para aparar. Fator sociológico com a torcida, psicológico com o grupo. A nossa análise busca o melhor para a equipe. Os goleiros estão conversando com os psicólogos. Esperamos que a escolha seja boa e confirmada com um bom resultado", explicou.

Questionado sobre a forma como o Flamengo atuará na primeira partida da decisão, Rueda abordou a importância de tentar uma diferença de gols para a finalíssima do dia 27, no Mineirão. Porém, o experiente técnico sabe que o jogo será bastante estudado diante da equipe de Mano Menezes.

"Claro que é importante tentar uma diferença de gols, mas sabemos que temos um adversário muito duro pela frente e que está concentrado no mesmo objetivo.

Precisamos fazer um jogo inteligente, com muita ordem e altíssimo nível de agressividade. O Cruzeiro sabe sair jogando com qualidade e precisamos evitar isso. É fundamental fazer um bom diagnóstico e conhecer bem a situação da partida. É a decisão dos jogadores. Intensidade e alto grau de atenção. O Flamengo está preparado e ultrapassou obstáculos para chegar até aqui", encerrou.

Em um Maracanã lotado para os padrões modernos, o Rubro-negro entra em campo com a seguinte escalação: Alex Muralha (Thiago); Rodinei, Réver, Juan e Pará; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Everton, Berrío e Lucas Paquetá (Vinicius Jr.).

Contato com a redação:
(62) 9 9820-8895

BUSCA