Festa dos jogadore do Londrina no vestiário do Estádio do Café
londrina final

O Londrina está na final da Primeira Liga. Após o empate por 2 a 2 contra o Cruzeiro, no estádio do Café, na manhã deste domingo (3), pela semifinal do torneio, o time paranaense bateu o rival nos pênaltis (3 a 1) e chega à decisão em 2017. Lucas Silva e Sassá fizeram para o visitante. Anderson Safira e Germano igualaram o confronto.

A equipe de Claudio Tencatti enfrenta o Atlético-MG, em 8 de outubro, no Estádio do Café. Como teve melhor campanha que o adversário, será mandante da partida decisiva.

Acionado no segundo tempo do confronto para substituir o meia-atacante Celsinho, Anderson Safira mudou o jogo. Ele fez um belo gol no segundo tempo e ainda sofreu o pênalti nos minutos finais, convertido por Germano.

A expectativa era grande sobre Alexis Messidoro, contrapeso na negociação envolvendo a ida de Ramón Ábila para o Boca Juniors, da Argentina. O meia-atacante de 20 anos, entretanto, não foi bem no confronto. Escalado como homem de ligação, pouco acrescentou à equipe. Ele foi substituído por Alex no início da etapa final.

Revelado pelas divisões de base do Cruzeiro em 2012, Lucas Silva voltou a deixar a sua marca com as cores do clube. Este foi o quinto do jogador pela Raposa - o primeiro em 2017. A última bola na rede do volante foi em 26 de julho de 2014, em triunfo por 5 a 0 sobre o Figueirense. Neste domingo (3), o meio-campista marcou de cabeça após cobrança de escanteio de Rafinha.

Sassá deixou a sua marca no duelo do Cruzeiro contra o Londrina no estádio do Café. O centroavante aproveitou rebote em finalização de Élber na trave e, livre de marcação, apenas empurrou a bola para a rede de César. É o sétimo gol em 15 jogos disputados pelo atacante de 23 anos. Ele só está atrás de Ábila (14), Rafael Sóbis (14), Thiago Neves (12) e Robinho (10).

Rafael, o substituto de Fábio, fez a diferença no confronto em prol do Cruzeiro. No primeiro tempo, quando o Londrina teve as suas melhores oportunidades, o camisa 12 defendeu uma cobrança de falta de Rômulo e deixou o gol para evitar que Artur balançasse a rede. O arqueiro foi um dos principais nomes da equipe no confronto.

O Londrina aproveitou a qualidade do setor ofensivo para fazer forte pressão sobre Rafael. Carlos Henrique acertou a trave em duas oportunidades, uma no primeiro e outra no segundo tempo. Artur também mandou bola no poste do substituto de Fábio.

Acionado por Claudio Tencatti para a vaga de Celsinho, Anderson Safira balançou a rede de Rafael aos 36 minutos da etapa complementar. O tento anotado pelo atacante foi o primeiro sofrido pelo Cruzeiro na atual edição sofrida da Primeira Liga. A equipe de Mano Menezes passou ilesa nos jogos contra Atlético-MG, Chapecoense, Joinville e Grêmio.

O Londrina contou com uma exibição exuberante de César na disputa de pênaltis para chegar ao triunfo. O goleiro defendeu as cobranças de Lucas Silva, Arthur e Alex para levar a equipe à decisão. Bryan foi o único a marcar pelo Cruzeiro. Germano, Ayrton e Dirceu marcaram para o mandante. Rafael defendeu cobrança de Marcinho e Artur mandou no travessão. Resultado: 3 a 1 para o Londrina.

LONDRINA

César; Reginaldo, Edson Silva, Dirceu e Ayrton; Germano, Romulo (Patrick Vieira), Jardel e Celsinho (Safira); Artur e Carlos Henrique.
Tec.: Claudio Tencatti.

CRUZEIRO

Rafael; Lennon, Digão, Arthur e Bryan; Nonoca, Lucas Silva, Rafinha, Alexis Messidoro (Alex) e Élber (Nickson); Sassá (Vander).
Tec.: Sidnei Lobo (auxiliar).

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)
Cartão amarelo: Germano (LON); Lucas Silva (CRU)
Gols: Lucas Silva (CRU) aos 19min do primeiro tempo; Sassá (CRU) aos 8min, Safira (LON) aos 36min e Germano (LON) aos 52min do segundo tempo

Contato com a redação:
(62) 99625-9856

BUSCA